Notícias

Banca de DEFESA: LARA MARIA FERREIRA MENDES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LARA MARIA FERREIRA MENDES
DATA: 24/10/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Sala do Programa de Pós Graduação em Enfermagem
TÍTULO: CONHECIMENTO E PRÁTICA DE CIRURGIÕES-DENTISTAS NO PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA
PALAVRAS-CHAVES: Programa Saúde na Escola (PSE); Saúde Bucal; Conhecimentos;Atitudes e Práticas em saúde.
PÁGINAS: 52
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

Resumo:O Programa Saúde na Escola (PSE) propõe uma nova abordagem da política de educação em saúde. A saúde bucal está entre as ações do componente I (avaliação clínica e psicossocial) executadas no âmbito do PSE. Na literatura pesquisada são escassas as publicações na área de saúde bucal sobre as ações do PSE e o impacto do investimento nesse setor. O objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento e prática dos Cirurgiões-Dentistas (CD) da Estratégia Saúde da Família (ESF) no PSE. Foi realizado estudo transversal incluindo todos os CD, que atuam na ESF no município de Teresina, Piauí, Brasil. Os dados foram coletados no período de março a julho de 2019 por meio de questionário autoaplicável, enviado aos CD pelo aplicativo WhatsApp®. Foram coletados dados sócio demográficos e questões relacionadas a atuação e conhecimento dos CD sobre o PSE. Foram realizadas análises descritivas e dos testes Qui-quadrado de Pearson e Exato de Fisher (p<0,05). Dos 219 elegíveis para este estudo, 175 participaram (79,9%). Esses são predominantemente do sexo feminino (72%), com idade entre 31-50 anos (66,3%), 11 a 20 anos de formado (66,3%), em instituição pública (89,9%) com especialização (68%) em área clínica (73,1%). Dos 175 CD pesquisados, 164 (94,3 %) realizam atividades no PSE. As ações mais realizadas foram levantamento epidemiológico (40,6%), escovação supervisionada (63,4%), aplicação tópica de flúor (10,9%) e palestras educativas (11,4%). Apesar de realizarem levantamentos epidemiológicos os CD desconhecem a prevalência e severidade da carie dentária nos escolares. Há pouco conhecimento dos CD sobre o PSE e não houve associação do conhecimento com outras variáveis. A partir dos resultados obtidos, observou-se que os profissionais apresentam dificuldades em relação ao conhecimento sobre PSE e apesar de executarem atividades importantes, negligenciam suas metas e a necessidade de avaliações, o que pode ocasionar impacto negativo entre a articulação da saúde e da educação e por consequência na qualidade de vida dos escolares.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2296566 - CACILDA CASTELO BRANCO LIMA
Externo à Instituição - FABRICIO IBIAPINA TAPETY - UNINOVAFAPI
Interno - 2059016 - JAQUELINE CARVALHO E SILVA SALES
Presidente - 1301059 - MARCOELI SILVA DE MOURA
Notícia cadastrada em: 26/09/2019 11:38
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 11/04/2021 15:20