Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NAIRA MOURA ALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NAIRA MOURA ALVES
DATA: 30/05/2016
HORA: 14:30
LOCAL: nppm
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE GASTROPROTETORA DO MENTOFURANO EM MODELOS ANIMAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Plantas medicinais;Mentofurano; Gastroproteção; Atividade antioxidante.


PÁGINAS: 75
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Farmacologia
RESUMO:

O mentofurano (C10H14O) é um monoterpeno constituinte de diversos óleos essenciais derivados de espécies vegetais, como a Menthapiperita L., da família Lamiaceae (Labiatae), popularmente conhecido como hortelãzinho, hortelã de panela, hortelã de cheiro. Suas folhas e ramos são amplamente utilizados no Brasil, tendo indicação no tratamento de distúrbios gastrointestinais, verminoses (giardíase e amebíase) e problemas respiratórios, além de possuir uma boa atividade analgésica, anti-inflamatória, antifúngica, antisséptica e antiespasmódica. O objetivo deste trabalho então, foi investigar a atividade gastroprotetora e antioxidante do mentofurano em modelos agudos de lesão gástrica em ratos e camundongos, investigando seus possíveis mecanismos de ação. No modelo de lesão gástrica induzida por etanol absoluto (0,2 mL/animal v.o), os tratamentos com mentofurano (25, 50 e 100 mg/kg, v.o), diminuíram a área de lesão gástrica de maneira significativa (p<0,05). No modelo de indução de úlcera por isquemia e reperfusão, o mentofurano (50 e 100 mg/kg, v.o) reduziu a área de lesão gástrica de maneira significativa (p<0,05). No modelo de lesão gástrica provocada por indometacina, o mentofurano (25 e 50, mg/kg, v.o) também foi capaz de inibir as lesões de maneira significativa (p<0,05). Ao avaliar a atividade secretora e antioxidante pelo modelo de ligadura de piloro, o mentofurano (50 e 100 mg/kg v.d) promoveu redução da acidez titulável e aumento de pH, redução da secreção de muco, não houve alteração do volume de secreção e nem nos níveis de catalase. Na avaliação da ação antioxidante pelo modelo de lesão induzida por etanol, o mentofurano (50 mg/kg v.o) foi capaz de elevar os níveis de GSH-NP. Sobre a peroxidação lipídica, o mentofurano conseguiu diminuir tal processo e diminuiu também a infiltração de neutrófilo. Com base nesses resultados, pode-se concluir que a gastroproteção promovida por mentofurano possivelmente se deve a propriedades antioxidantes, redução de processos inflamórios na mucosa e diminuição da acidez do estômago.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2157495 - ANDERSON NOGUEIRA MENDES
Presidente - 1167710 - MARIA DO CARMO DE CARVALHO E MARTINS
Interno - 1560969 - ROSIMEIRE FERREIRA DOS SANTOS
Notícia cadastrada em: 17/05/2016 15:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 24/02/2021 17:50