Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RAILSON DE SOUSA SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAILSON DE SOUSA SANTOS
DATA: 30/05/2016
HORA: 09:30
LOCAL: Auditório do NPPM (SG-15)
TÍTULO:

Avaliação de efeito hipocinético do mentofurano no trato gastrointestinal de roedores”.


PALAVRAS-CHAVES:

Mentofurano; Esvaziamento gástrico; Trânsito intestinal; Espasmolítico.


PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Farmácia
RESUMO:

O mentofurano (C10H14O) é um monoterpeno presente em plantas aromáticas, tais como a Mentha piperita L., da família Lamiaceae, sendo componente do óleo essencial dessas plantas. Existem alguns estudos que destacam a atividade analgésica, anti-inflamatória tópica, antibacteriana, antifúngica e gastroprotetora de subprodutos de plantas da família Lamiaceae. O objetivo desse trabalho foi investigar o efeito hipocinético do mentofurano no trato gastrointestinal de roedores. O efeito hipocinético foi avaliado por meio dos seguintes modelos experimentais de motilidade gastrointestinal:  esvaziamento gástrico em ratos (n=24); trânsito intestinal (n=32) e atividade antidiarreica (n=48) em camundongos; atividade espasmolítica em íleo isolado de ratos (n=6). Também foi realizado estudo de toxicidade aguda in vivo em camundongos (n=12), em que a administração de dose de 2.000 mg/kg v.o. não produziu mortes nem alterações indicativas de toxicidade aguda sistêmica. O mentofurano (50 mg/kg, v.o.) reduziu significativamente o esvaziamento gástrico (p<0,001) em ratos e o trânsito intestinal normal (p<0,05) em camundongos (50 e 100 mg/kg, v.o.) quando comparados com os respectivos grupos controle, apresentando efeito hipocinético semelhante ao do fármaco escopolamina. No modelo de hipermotilidade intestinal provocada por óleo de rícino, o mentofurano não apresentou efeito antidiarreico. Na avaliação de efeito espasmolítico, resultados preliminares demonstram que o mentofurano provoca relaxamento do músculo liso de íleo de rato pré-contraído com KCl (CE50= 0,061±0,004) e carbacol (CE50= 0,058±0,012). A análise dos resultados obtidos indica que o mentofurano apresenta baixo ou nenhum efeito tóxico agudo in vivo e que diminui a motilidade gastrointestinal, o que foi evidenciado pelo retardo no esvaziamento gástrico, pela redução do trânsito intestinal normal e pelo efeito espasmolítico em segmentos de íleo isolado. Esse último efeito sugere envolvimento de ativação de canais de potássio e/ou de redução do influxo de cálcio, o que requer estudos adicionais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167710 - MARIA DO CARMO DE CARVALHO E MARTINS
Externo ao Programa - 7422077 - PAULO HUMBERTO MOREIRA NUNES
Externo ao Programa - 423597 - SALETE MARIA DA ROCHA CIPRIANO BRITO
Notícia cadastrada em: 25/05/2016 09:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 24/02/2021 18:13