Notícias

Banca de DEFESA: ALYNE RODRIGUES DE ARAUJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALYNE RODRIGUES DE ARAUJO
DATA: 28/04/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Núcleo de Pesquisas em Plantas Medicinais
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIBACTERIANA E ANTIBIOFILME DO EXTRATO ETANÓLICO DE Terminalia fagifolia Mart. (COMBRETACEAE)



PALAVRAS-CHAVES:

Bactérias, produtos naturais, antibacteriano, antibiofilme


PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Farmacologia
SUBÁREA: Farmacologia Geral
RESUMO:

O Gênero Staphylococcus é compreendido por espécies de micro-organismos extremamente importantes, que causam um amplo espectro de enfermidades. A resistência a meticilina e a capacidade de formar biofilmes são fatores adicionais importantes na patogênese das bactérias pertencentes a esse gênero, assim, a pesquisa por novos agentes antimicrobianos, especialmente de plantas, tem sido intensificada. A família Combretaceae compreende 18 gêneros, sendo Combretum e Terminalia, os mais abundantes. Várias espécies de Terminalia e seus compostos isolados são alvo de pesquisas para diversas atividades farmacológicas, portanto, nesse estudo foi avaliada a atividade antibacteriana e antibiofilme do extrato etanólico (EET) da casca do caule de Terminalia fagifolia, bem como de suas frações aquosa (FAQ), hidroalcoólica (FHA) e fração solúvel em água (FSA). Para os testes foram utilizadas seis espécies bacterianas, todas Gram-positivas: Staphylococcus aureus ATCC 29213; Staphylococcus aureus - Col (meticilina resistente); Staphylococcus aureus WB69 (meticilina resistente), Staphylococcus epidermidis ATCC 12228, Staphylococcus epidermidis 70D e Staphylococcus epidermidis H111. Para tanto, determinou-se a Concentração Inibitória Mínima (CIM) de acordo com a CLSI em placas de microdiluição de 96 poços onde as linhagens (concentração de 5x105 UFC/mL) foram expostas a uma diluição seriada do extrato etanólico e frações, com concentrações do extrato e das frações variando de 400 a 12,5 µg/mL. Caldo Mueller-HInton foi usado como controle negativo e o caldo inoculado foi usado como controle positivo, antibióticos efetivos padrões contra as linhagens bacterianas também foram testados. Após a determinação da CIM, procedeu-se à determinação da Concentração Bactericida Mínima (CBM), semeando meio de cultura proveniente dos poços com resultados iguais ou maiores que a CIM em ágar Mueller-Hinton. Para testar a atividade antiaderente foi induzida a formação do biofilme na presença de concentrações equivalentes a 1/2, 1/4 e 1/8 da CIM do extrato ou fração testada. Observou-se efeito antibacteriano do EET e das frações FAQ, FHA e FSA frente a todas as linhagens testadas com CIM’s variando de 25 a 200 µg/mL. Em relação a atividade antiaderente, tanto o EET como as frações FAQ, FHA e FSA mostraram inibição da aderência do biofilme, principalmente na maior concentração utilizada (½ da CIM). O efeito antibacteriano demonstrado pelo EET e suas partições pode ser devido à composição química do extrato, que é rico em flavonoides, 1,3-diarilpropanos, triterpenos pentacíclicos glicosilados e não glicosilados. Os resultados obtidos exibem um potencial efeito antibacteriano e antibiofilme do extrato etanólico e frações de T. fagifolia.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CRISTINA DISLICH ROPKE - USP
Presidente - 1553559 - JOSE ROBERTO DE SOUZA DE ALMEIDA LEITE
Externo ao Programa - 422709 - MARIA DO ROSARIO CONCEICAO MOURA NUNES
Notícia cadastrada em: 10/04/2014 11:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 24/02/2021 18:18