Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: BARBARA EDUARDA BARBOSA DE ABREU

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BARBARA EDUARDA BARBOSA DE ABREU
DATA: 07/11/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Remotamente pelo Google Meet
TÍTULO: Arqueologia urbana – uma análise socioespacial do Mercado José Lopes da Silva em Oeiras Piauí
PALAVRAS-CHAVES: Memoria. Centro histórico. Patrimônio. Mercado. Paisagem.
PÁGINAS: 89
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Arqueologia
SUBÁREA: Arqueologia Histórica
RESUMO:

Oeiras foi a primeira capital do Piauí, com isso carrega estruturas valiosas, caminhos que nos remetem ao passado e a própria história viva. Dentre todo o seu centro histórico tombado o local escolhido como base para o estudo foi o mercado público José Lopes da Silva, conhecido na cidade como mercado velho. Mercado público é um local de grande trânsito de pessoas, onde muitas famílias trabalham, enquanto outras usufruem dos serviços prestados. O conceito para estudo do mercado de Oeiras e a população, está relacionado a forte ligação que os habitantes possuem com o local, que antigamente servia como feira. Essa interação surgiu antes mesmo ao início da sua construção em 1934 e perdura até os dias de hoje apesar do encerramento das atividades no local. Essa pesquisa implica o seu objetivo geral na análise do processo socioespacial ao longo do tempo do mercado velho de Oeiras e suas adjacências. No mais específico estabelecemos uma relação entre o mercado a cidade e a sua comunidade, com a finalidade de entender a importância da memória coletiva e individual nas relações entre as pessoas na coletividade em que cresceram como sujeitos. Usamos como etapas metodológicas pesquisas de modo quantitativo, qualitativo, descritivo e exploratório, além do levantamento bibliográfico sobre questões como preservação do património, tombamentos, projetos de requalificações em centros históricos, memória e arqueologia urbana. Para analisar a estrutura arquitetônica do mercado público, observamos como a área do mercado foi estruturada, sua organização e ocupação e quais problemas foram encontrados no espaço. Realizamos uma análise de como e quais produtos eram comercializados, desde sua inauguração até o encerramento das suas atividades. Para compreender como ocorreu a preservação do património histórico e da memória. A discussão a respeito do mercado e a população foi realizada com base em pesquisas de campo e entrevistas. Em principal com antigos feirantes que já trabalharam no local e hoje foram realocados para um novo centro de comércio e com responsáveis pela atual gestão da área. Assim foi possível estabelecer uma relação da história de um mercado com sua comunidade e paisagem.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2153338 - MARIA DO AMPARO ALVES DE CARVALHO
Interno - 2297796 - GREGOIRE ANDRE HENRI MARIE GHISLAIN VAN HAVRE
Interno - 423455 - SONIA MARIA CAMPELO MAGALHAES
Externo ao Programa - 1467417 - ELAINE IGNACIO
Externo ao Programa - 1106129 - VINICIUS MELQUIADES DOS SANTOS
Externo à Instituição - VIVIANE PEDRAZANI - UESPI
Notícia cadastrada em: 09/10/2022 16:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 20/05/2024 12:31