Notícias

Banca de DEFESA: BARBARA EDUARDA BARBOSA DE ABREU

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BARBARA EDUARDA BARBOSA DE ABREU
DATA: 27/07/2023
HORA: 14:30
LOCAL: Remoto-Google Meet
TÍTULO: Arqueologia Urbana - uma análise socioespacial do mercado José Lopes da Silva em Oeiras Piauí
PALAVRAS-CHAVES: Memoria. Centro histórico de Oeiras. Patrimônio. Mercado José Lopes da Silva. Paisagem.
PÁGINAS: 147
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Arqueologia
SUBÁREA: Arqueologia Histórica
RESUMO:

Oeiras foi a primeira capital do Piauí, com isso carrega estruturas valiosas, caminhos que nos remetem ao passado e à própria história viva. Dentre todo o seu centro histórico tombado o local escolhido como base para o estudo foi o mercado público José Lopes da Silva, conhecido na cidade como mercado velho. O Mercado público foi um local de grande trânsito de pessoas, onde muitas famílias trabalharam, enquanto outras usufruíram dos serviços prestados. O principal objetivo dessa pesquisa é o estudo do mercado de Oeiras, que possui forte ligação entre os habitantes e o local, que antigamente servia como feira. Essa interação surgiu antes mesmo ao início da sua construção em 1934 e perdura até os dias de hoje, apesar do encerramento das atividades no local. Outros objetivos estão ligados à análise do processo socioespacial ao longo do tempo de funcionamento do mercado velho de Oeiras e suas adjacências. Estabelecemos uma relação entre o mercado a cidade e a sua comunidade, com a finalidade de entender a importância da memória coletiva e individual que se construiu nas relações entre as pessoas na coletividade em que cresceram como sujeitos. Apesar de muito importante para o crescimento da cidade o mercado perdeu espaço para o desenvolvimento urbano. Com isso um novo local foi construído para abrigar o polo comercial do município, sendo rejeitado por grande parte da população. Com base nisso levantamos as hipóteses que levaram o novo mercado a ter um impacto negativo no novo arranjo comercial, estaria relacionado às relações da população com o ambiente e a paisagem? ou as interações sociais que os indivíduos estabeleceram naquela sociedade? Usamos como etapas metodológicas pesquisas de modo quantitativo, sendo realizado esse método de pesquisa para coleta de informações e tratamento dos dados em gráficos e tabelas, tais dados referentes as interações com a população. Pesquisa qualitativa, uma abordagem relacionada a aspetos subjetivos que não são quantificados e faz referência às interações sociais. As etapas descritivas e exploratórias foram responsáveis por colocar em prática o conhecimento teórico e as informações adquiridas em campo, no caso estabelecer uma relação entre descrever as características da cidade de Oeiras e o seu mercado, enquanto identificamos os fatores que levaram ao encerramento das atividades no local. Além do levantamento bibliográfico sobre questões como preservação do patrimônio, tombamentos, projetos de requalificações em centros históricos, memória e Arqueologia Urbana. Para analisar a estrutura arquitetônica do mercado público, observamos como a área do mercado foi estruturada, sua organização e ocupação e quais problemas foram encontrados no espaço. Realizamos uma análise de como e quais produtos eram comercializados, desde a sua inauguração até o encerramento das suas atividades, para compreender como ocorreu a preservação do patrimônio histórico e da memória. A discussão a respeito do mercado e a população foi realizada com base  em pesquisas de campo e entrevistas principalmente com antigos feirantes que já trabalharam no  local e hoje foram realocados para um novo centro de comércio e com responsáveis pela atual gestão da área. Assim foi possível estabelecer uma relação da história de um mercado com a sua comunidade e a paisagem.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2153338 - MARIA DO AMPARO ALVES DE CARVALHO
Interno - 2266305 - ANA LUISA MENESES LAGE DO NASCIMENTO
Interno - 2350685 - BENEDITO BATISTA FARIAS FILHO
Interno - 2297796 - GREGOIRE ANDRE HENRI MARIE GHISLAIN VAN HAVRE
Interno - 423455 - SONIA MARIA CAMPELO MAGALHAES
Externo à Instituição - VIVIANE PEDRAZANI - UESPI
Notícia cadastrada em: 23/07/2023 15:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 20/05/2024 00:24