Área de Concentração
Mestrado
PROCESSOS, ATORES E DESIGUALDADES SOCIAIS
Linhas Pesquisa :
› GÊNERO E GERAÇÃO
PROCESSOS, ATORES E DESIGUALDADES SOCIAIS- Esta linha propõe articular as discussões sobre Gênero e Gerações, em diversos contextos sociais, históricos e espaciais., numa perspectiva interdisciplinar, a partir dos eixos de diferenciação e desigualdade social, tais como: classe, trabalho, raça/etnia, religião e suas interfaces com políticas públicas, cultura e violência. As pesquisa desta linha visão compreender a realidade social brasileira, especialmente a nordestina e piauinese, a partri das práticas discursivas e da produção de subjetividades em torno das temáticas família, sexualidade, corpo, juventude e envelhecimento.
› TERRITORIALIDADES, SUSTENTABILIDADES, RURALIDADES E URBANIDADES
PROCESSOS, ATORES E DESIGUALDADES SOCIAIS- Esta linha de pesquisa propõe-se acolher e desenvolver estudos e pesquisas sobre territorialidades, sustentabilidades, ruralidades e urbanidades, em abordagens teórico-empíricas para além dos limites geográficos entre campo e cidade, sertão e litoral, na perspectiva das sustentabilidades e das territorialidades, no mundo, no Brasil, no Nordeste e, em especial, no Piauí. Processos, atores e dinâmicas sociais são vistos interrelacionalmente, de forma que ruralidades e urbanidades se redefinem, mutuamente, nos planos material e simbólico como territorialidades indissociáveis de suas dimensões de sustentabilidade.
› ESTADO E SOCIEDADE: TRABALHO, EDUCAÇÃO, ATORES POLÍTICOS E DESIGUALDADES SOCIAIS
PROCESSOS, ATORES E DESIGUALDADES SOCIAIS- Um aspecto fundamental das sociedades contemporâneas é a articulação entre os mundos do trabalho, a educação e o modo como os diversos atores políticos lidam com estas instituições sociais. Neste sentido, conceitos como desigualdade social, desenvolvimento, empreendedorismo e suas relações com os movimentos sociais têm implicação sobre a compreensão das mudanças sociais que fundamentam nossa existência social contemporânea. As pesquisas desta linha terão como horizonte o estudo desses conceitos e suas significações sociais, especialmente no Nordeste brasileiro e no Piauí, onde as questões da educação, mobilização política e do desenvolvimento econômico podem ter profunda influência sobre a questão da compreensão dos processos que caracterizam a desigualdade social.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 08/12/2019 17:38