Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA GABRIELLA SARAIVA ROCHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA GABRIELLA SARAIVA ROCHA
DATA: 21/12/2018
HORA: 15:00
LOCAL: Sala 08 - Espaço Integrado I/CCHL.
TÍTULO: DESAFIOS E PERSPECTIVAS NA GESTÃO DO TRABALHO EM SAÚDE: UMA ANÁLISE DE TERESINA – PI
PALAVRAS-CHAVES: SUS. Gestão. Saúde Pública. Estratégia Saúde da Família.
PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

As transformações oriundas da implantação do SUS suscitaram a busca por uma estratégia prática de reorganização da Atenção Primária à Saúde (APS), que atualmente compreende o primeiro nível de atenção e busca funcionar como ordenadora do cuidado, no qual se garante resolutividade na sua complexidade tecnológica, assegurando-se referência e contrarreferência com os diferentes níveis do sistema quando é necessária maior complexidade para resolução dos problemas identificados. Dentro desse processo de reorganização, em 1994, o Ministério da Saúde criou o Programa Saúde da Família (PSF), que em 2006 deixou de ser programa e passou a ser uma estratégia permanente na atenção básica em saúde, quando foi denominado de Estratégia Saúde da Família (ESF) com a finalidade de funcionar como estratégia de expansão, qualificação e consolidação da atenção básica. Com o objetivo de analisar a gestão do trabalho na ESF no município de Teresina - Piauí, formulou-se a presente proposta de pesquisa a fim de conhecer os impasses, desafios e perspectivas existentes neste setor. Por se tratar de uma pesquisa qualitativa, para a obtenção das informações necessárias, pretende-se utilizar as técnicas de entrevista semiestruturada e aplicação de questionários. Almeja-se selecionar para o estudo, os gestores da saúde no município, dentre os quais: o secretário municipal de saúde; a responsável pela gerência da Atenção Básica; os diretores das 03 regionais de saúde e gestores e equipes de saúde da família de três UBS, que serão definidas levando-se em consideração a representação de, pelo menos, 01 (uma) UBS por Diretoria Regional de saúde. Os gestores supracitados serão escolhidos considerando-se os critérios de ocupação de cargo formal de gestão no contexto da ESF e consequente implicação na implementação e avaliação de políticas, programas e ações voltados para a gestão do trabalho em saúde. Com os gestores supracitados serão realizadas entrevistas semiestruturadas. Com os profissionais das equipes de ESF, serão aplicados questionários, os quais colherão informações relacionadas à atuação na ESF e abrangerão quatro tópicos: Ambiente de Trabalho; Processo de Trabalho; Relacionamento Interpessoal e Satisfação Profissional, a fim de levantar dados suficientes para alcançar os objetivos da pesquisa. Dessa forma, pretende-se contribuir para os estudos acerca da gestão do trabalho em saúde e colaborar para avanços no campo das políticas públicas direcionadas à saúde da população, sobretudo no que se refere aos processos de gestão entre o poder público e os agentes sociais no desenvolvimento econômico, político e social regional.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2202532 - FABIANA RODRIGUES DE ALMEIDA CASTRO
Presidente - 1167679 - MARCO AURELIO LUSTOSA CAMINHA
Notícia cadastrada em: 17/12/2018 11:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 06/12/2022 07:06