Notícias

Banca de DEFESA: DANILO RODRIGUES GUEDES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANILO RODRIGUES GUEDES
DATA: 04/09/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala 08 Espaço Integrado I
TÍTULO: GOVERNANÇA NO SETOR PÚBLICO: uma análise das práticas de governança na perspectiva da alta administração do Instituto Federal do Piauí
PALAVRAS-CHAVES: Governança Pública. Princípios e práticas. TCU. Instituto Federal do Piauí.
PÁGINAS: 105
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

 

A governança aplicada ao setor público como forma de melhorar o desempenho das organizações públicas e seu relacionamento com as partes interessadas é um tema que vem sendo desenvolvido desde o final dos anos 80, por iniciativa de diversos organismos internacionais. No Brasil, a reforma do Estado, formulada no Plano Diretor de Reforma do Aparelho do Estado (PDRAE), realizada nos anos 90, trouxe a temática da governança como forma de aumentar a capacidade administrativa do Estado para governar com efetividade e eficiência. Nessa direção, o Tribunal de Contas da União (TCU), órgão de controle externo, desenvolveu o Referencial Básico de Governança Aplicável a Órgãos e Entidades da Administração Pública, e, com base nesse referencial, realiza levantamentos sobre o índice de governança dos órgãos públicos. O mais recente foi realizado em 2018, cujos resultados apontam que as práticas de governança pública não são aplicadas na maior parte das organizações pesquisadas. Desse modo, o presente estudo levanta o seguinte questionamento: qual a aderência do Instituto Federal do Piauí (IFPI) às práticas de governança pública definidas pelo TCU na perspectiva da alta administração? E tem como objetivo geral analisar as práticas de governança definidas pelo TCU no Instituto Federal do Piauí, na perspectiva da alta administração. Pretende, dessa forma, dar uma abordagem qualitativa aos índices publicados. Trata-se de uma pesquisa de caráter descritivo e exploratório, sob a forma de estudo de caso, ancorada nos procedimentos de entrevista semiestruturada e análise documental. Os sujeitos da pesquisa foram os seis membros da alta administração do IFPI, ocupantes dos cargos de Reitor e Pró-reitor. Foi utilizado o software IRAMUTEQ no auxílio no processamento dos dados, e a análise foi realizada por meio da técnica de análise de conteúdo. Foram estabelecidas categorias de análises, cujas práticas de governança estão vinculadas aos mecanismos de Liderança, Estratégia e Accountability. Os resultados encontrados mostram que o IFPI possui aderência às práticas de governança vinculadas aos mecanismos de Liderança e Accountability elencadas pelo TCU. Quanto ao mecanismo de Estratégia das práticas verificadas, o instituto não estabeleceu a sua Política de Gestão de Riscos.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167739 - CARLOS ANTONIO MENDES DE CARVALHO BUENOS AYRES
Interno - 2202532 - FABIANA RODRIGUES DE ALMEIDA CASTRO
Externo à Instituição - FRANÇOISE WILHELM FONTENELE E VASCONCELOS PACHECO - IFPI
Notícia cadastrada em: 26/08/2019 17:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 08/12/2022 02:40