Notícias

Banca de DEFESA: KÉRCIA MARIA CLEMENTINO SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KÉRCIA MARIA CLEMENTINO SANTOS
DATA: 18/11/2019
HORA: 16:00
LOCAL: Sala de Vídeo 01 CCHL
TÍTULO: O SISTEMA Q-ACADÊMICO COMO FERRAMENTA DE SUPORTE À GESTAO ESCOLAR: um estudo de caso no Instituto Federal de Educação do Piauí/ Campus Teresina Central
PALAVRAS-CHAVES: Sistema de gerenciamento de informações. Q-Acadêmico. Ferramenta de suporte. Gestão escolar.
PÁGINAS: 194
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

 

É notório que as tecnologias da informação e comunicação têm desempenhado tarefa crucial para que instituições das mais diversas áreas alcancem resultados satisfatórios, sendo que,, no contexto educacional, estas se fazem cada vez mais presentes. Este estudo traz como temática o sistema de gestão acadêmica integrado como ferramenta de suporte à gestão escolar, englobando, assim, o uso das tecnologias da informação e comunicação no ambiente acadêmico, tendo como universo de investigação o Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Piauí Campus Teresina Central. O objeto deste estudo é o sistema de gerenciamento de informações do IFPI, o Q-Acadêmico, produzido pela empresa Qualidata, na versão 2.0. Desse modo, tem-se como objetivo geral analisar o sistema Q-Acadêmico como ferramenta de suporte à gestão escolar, a partir de um estudo de caso no Instituto Federal de Educação do Piauí, Campus Teresina Central. Para tanto, realizou-se pesquisa com uso do método exploratório, por meio da abordagem bibliográfica e qualitativo-quantitativa, tendo como sujeitos da pesquisa três categorias: 125 (cento e vinte e cinco) discentes, 47 (quarenta e sete) docentes e 05 (cinco) gestores/coordenadores, quais sejam: Diretor Geral, o Diretor de Ensino, Coordenador do Controle Acadêmico, Técnica em Assuntos Educacionais e Coordenador do Curso de Técnico em Administração Concomitante/ Subsequente ao Ensino Médio em Administração, contabilizando 177 (cento e setenta e sete) participantes, que responderam a questionários eletrônicos e participaram de entrevistas orientadas por roteiros. As análises deste estudo se basearam nos critérios da usabilidade, funcionalidade e confiabilidade, defendidos por Nielsen (2005) e Bastien; Scapin (1993) para sistemas de gerenciamento acadêmico. O embasamento teórico da pesquisa foi pautado em estudiosos consagrados na temática, dentre os quais podem ser destacados: Vieira (2007), Rosseti e Morales (2007), Castells (2006) e Schultz (2016), que discorrem sobre a gestão escolar e o uso das TICs; Meirelles (1996) e Chiavenato (2010) que tratam das organizações e da administração pública; Santos, Pereira e Lopes (2018), Sousa (2011) e Magalhães (2011), cujos estudos se voltaram para a gestão acadêmica; além de Oliveira (2008) e Ribeiro Filho (1997), que apresentam discussões acerca dos sistemas de informações acadêmicas, dentre outros. Os resultados do estudo demonstraram que o nível de satisfação de professores, alunos e gestores/coordenadores quanto ao uso do Q-Acadêmico ficou em torno de 80%, apontando uma avaliação extremamente satisfatória do sistema; as principais funcionalidades do sistema para professores são: calendário acadêmico, horários de aulas, pedidos de alteração de dados cadastrais; diários de alunos, com registros, notas e frequências, dentre outros; para alunos, as funcionalidades mais utilizadas são: calendário acadêmico, horário individual, boletim, estágios, histórico escolar, pedidos de alteração de dados cadastrais, materiais de aula, currículo pessoal e solitação de documentos; para gestores/coordenadores, a principal funcionalidade do Q-Acadêmico se deve à dinamicidade de gerências das informações e, por conseguinte, desafogamento do controle acadêmico e de servidores para demandas acadêmicas, além da redução de erros propiciados por relatórios construídos manualmente e preenchimento de diários físicos; discentes, docentes e gestores/coordenadores avaliaram as funcionalidades do sistema como confiáveis, já que a avaliação deste quesito ficou com uma média de 80% para docentes e 90% para alunos; e que professores e alunos não demonstraram dificuldades em utilizar o sistema, cuja avaliação ficou em torno de 80% para estas categorias, ratificada pelas falas dos gestores. Desse modo, considerando-se os aspectos da usabilidade, funcionalidade e confiabilidade, o sistema Q-Acadêmico tem atuado como importante ferramenta de suporte à gestão escolar, uma vez que tem atendido de modo positivo às demandas acadêmicas da instituição, embora algumas dificuldades tenham sido apresentadas, estas não apagaram a satisfação das categorias envolvidas na pesquisa em relação ao referido sistema.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - BRUNO MELLO SOUZA - UESPI
Presidente - 1167769 - RAIMUNDO BATISTA DOS SANTOS JUNIOR
Interno - 2573658 - VITOR EDUARDO VERAS DE SANDES FREITAS
Notícia cadastrada em: 31/10/2019 10:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.instancia1 06/12/2019 13:42