Notícias

Banca de DEFESA: NAYRA CHRISTINA ANDRADE MARQUES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NAYRA CHRISTINA ANDRADE MARQUES
DATA: 09/02/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO: A GESTÃO DO ARQUIVO ACADÊMICO DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO PIAUÍ: patrimônio documental e memória do campus Teresina Central
PALAVRAS-CHAVES: Gestão de documentos e arquivos. Arquivos Acadêmicos. Memória, Patrimônio.
PÁGINAS: 123
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Durante muito tempo, a noção de arquivo esteve ligada à dispensa aleatória de documentos, a grandes depósitos que acumulavam de forma desordenada a produção institucional ou particular. Porém, com a evolução técnico-científica associada ao desenvolvimento humano e cultural, perceberam-se dois desdobramentos da importância do tratamento dos documentos de arquivos por meio da Gestão de Documentos, sendo o primeiro a noção do processo metodológico necessário para a gestão transparente do Estado, enquanto o segundo relaciona-se à ideia da informação em si, que provêm as bases de conhecimento administrativo, histórico e de poder de transformação da Instituição e da própria sociedade. A funcionalidade de um acervo documental, que se materializa no caráter normativo das atividades arquivísticas, é imprescindível para a Administração Pública mais democrática, uma vez que a transparência de suas ações restitui o vínculo entre a sociedade e a atuação do governo. Para desenvolver os entendimentos sobre o item bens patrimoniais documentais e seu acesso na perspectiva do IFPI, campus Teresina Central, é indispensável entender seu histórico e sua construção institucional ao longo do tempo, tendo em vista que o IFPI possui 110 anos de atividades voltadas para o ensino, o que torna possível a exposição da formação e compreensão de seu acervo documental no setor acadêmico. É importante perceber o arquivo como lugar comum de memória e história, pois as ações de acesso às informações possibilitam o reagrupamento de narrativas que, fundamentadas no patrimônio documental, permitem percorrer a história e a memória institucional. A gestão documental encontra-se como processo de gerenciamento do conteúdo orgânico das Instituições, valorizando o intercâmbio Estado-Sociedade na promoção do acesso à informação, no resgate da memória e fortalecimento da identidade institucional. São processos sistemáticos e mecânicos, enquanto lugar metodológico que agrupa uma sequência de normativas para a fluidez das operações, mas, ao mesmo tempo é espaço de reconstrução enquanto local de preservação da memória institucional e do acesso à informação.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1578450 - ADRIANA CASTELO BRANCO DE SIQUEIRA
Presidente - 423006 - ANTONIO FONSECA DOS SANTOS NETO
Externo ao Programa - 2174309 - PEDRO VILARINHO CASTELO BRANCO
Notícia cadastrada em: 05/02/2021 18:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 08/12/2022 13:45