Notícias

Banca de DEFESA: INDIRA CARDOSO MATOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: INDIRA CARDOSO MATOS
DATA: 30/06/2023
HORA: 09:00
LOCAL: https://meet.google.com/bgu-sjqd-vna
TÍTULO: O método a Avaliação Pós-Ocupação no planejamento de obras do Poder Judiciário do Estado do Piauí: Estudo de caso da Audiência de Custódia em Teresina – PI.
PALAVRAS-CHAVES: Planejamento de obras; Poder Judiciário; Avaliação Pós-Ocupação.
PÁGINAS: 121
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A presente dissertação tem como objeto o estudo da Avaliação Pós-Ocupação como ferramenta de gestão no planejamento de obras do Poder Judiciário do Estado do Piauí. Para tanto, foi realizado estudo de caso do espaço ocupado pela Audiência de Custódia no Fórum Cível e Criminal de Teresina - PI. A pesquisa abrange, ainda, a análise do modelo de gestão vigente e os mecanismos da gestão da qualidade e avaliação de programas que impactam no planejamento das obras e no processo decisório do modelo arquitetônico para as instalações físicas do Poder Judiciário do Piauí. O planejamento das obras do Tribunal de Justiça do Piauí baseia-se, essencialmente, em regulamentação promulgada há mais de dez anos pelo Conselho Nacional de Justiça – CNJ, especialmente pela Resolução nº114/2010 - CNJ. Apesar do planejamento das ações do Poder Judiciário ser predominantemente pautado pelo modelo gerencial, os princípios de uma gestão baseada diretamente nos anseios da sociedade estavam presentes na Resolução n°221/2016 - CNJ, que prescrevia a necessidade da participação social na elaboração das metas nacionais do Poder Judiciário e das políticas judiciárias para o próprio CNJ. Três fatores tornam relevantes esta pesquisa: a defasagem da aplicação das normativas nacionais e do Tribunal de Justiça do Piauí posteriores à Resolução nº114/2010 – CNJ, em relação às instalações físicas das unidades judiciárias; a necessidade de avaliação do processo metodológico de planejamento de obras integradas às novas diretrizes; e a aplicação de elementos da gestão participativa no processo decisório do projeto arquitetônico. A metodologia da Avaliação Pós-Ocupação é uma ferramenta de gestão da qualidade para avaliar o desempenho dos ambientes construídos, possibilitando subsidiar os futuros planos de obras do Tribunal de Justiça do Piauí, a partir do atendimento às necessidades objetivas e subjetivas do usuário que utiliza as unidades judiciárias. A Avaliação Pós-Ocupação na audiência de custódia no Fórum Cível e Criminal de Teresina consiste, portanto, em estudo de caso para utilização desta ferramenta para análise do desempenho do ambiente construído e para as recomendações necessárias.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1291400 - DENIS BARROS DE CARVALHO
Interno - 657.123.663-04 - THIAGO ASSUNÇÃO DE MORAES - UESPI
Externo ao Programa - 422999 - ANA LUCIA RIBEIRO CAMILLO DA SILVEIRA
Notícia cadastrada em: 29/06/2023 10:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 29/02/2024 16:13