Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: KARLA ANNIELLE DA SILVA BERNARDO BRITO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KARLA ANNIELLE DA SILVA BERNARDO BRITO
DATA: 15/08/2023
HORA: 08:00
LOCAL: Núcleo de Pós-graduação - CCA/UFPI
TÍTULO: Melhoramento assistido pelo microbioma em feijão-fava.
PALAVRAS-CHAVES: Microbioma; Phaseolus lunatus L.; Rizóbios; Rizosfera; Sementes.
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

O melhoramento genético de plantas visa desenvolver novas variedades com características desejáveis relacionadas a ciclo, hábito de crescimento, tolerância a fatores bióticos, abióticos, produtividade de grãos, dentre outros.  Ao passo que, o melhoramento não somente molda as plantas, porém acarreta impactos no microbioma. A composição e estrutura da comunidade microbiana é genericamente conhecido como microbioma. Na rizosfera, o microbioma é influenciado pelos exsudatos radiculares capazes de atrair e estimular a sua multiplicação. A associação do melhoramento vegetal e a comunidade microbiana na rizosfera pode reduzir a diversidade genética das plantas, em termos de alelos, pois contribui com a perda de habilidade em recrutar microrganismos na rizosfera. A percepção de exsudatos de raízes de leguminosas pela bactéria, ativa um conjunto específico de genes de nodulação bacteriana. A interação de bactérias fixadoras de nitrogênio (FBN) e variedades melhoradas pode ser modificada em virtude das mudanças genéticas da planta, podendo promover a perda de algumas características, como a nodulação por rizóbios nativos nos solos. O impacto do genótipo da planta e da qualidade do solo na diversidade do microbioma da rizosfera foi estudado por décadas. Outra descoberta foi apresentada para o microbioma da semente; microrganismos associados a plantas, incluindo seus micróbios benéficos, são transferidos por meio de sementes para a próxima geração. Curiosamente, as comunidades microbianas específicas do genótipo são ainda mais pronunciadas nas sementes. Em conjunto, o conhecimento da transferência de microbiomas centrais de uma geração para outra, que pode ser influenciado pelo melhoramento direcionado, abre novas possibilidades para estratégias inovadoras de melhoramento e proteção de plantas. As informações sobre como o microbioma é transmitido e mantido ao longo das gerações permanecem fragmentadas. Também nos falta uma compreensão de como a variação nas comunidades microbianas do solo leva a diferenças na montagem do microbioma de uma planta e até que ponto o microbioma do solo e da semente contribui para o microbioma. O presente estudo objetiva estudar os potenciais efeitos do avanço de gerações no melhoramento do feijão-fava sobre a capacidade de nodulação e a comunidade microbiana rizosfera e sementes. Como parte dos resultados, foi avaliado o efeito potencial do melhoramento do feijão-fava na nodulação por rizóbios nativos. Cinco tratamentos foram utilizados, seguindo as etapas do melhoramento, incluindo dois genitores, geração segregante (F2) e duas gerações avançadas (F7 e F8). As características de crescimento e nodulação foram avaliadas durante o período de floração, que variaram de acordo com cada tratamento. Os resultados da análise multivariada separaram os genitores das linhagens avançadas com base nos parâmetros de nodulação. A nodulação por rizóbios nativos variou entre os genótipos avaliados e diminuiu com o avanço das gerações. As maiores nodulações foram encontradas nos genitores, enquanto diminuíram em F2 e não foram detectadas em F7 e F8, indicando uma perda da capacidade de nodulação nessa região com o avanço das gerações. Este estudo demonstrou que o melhoramento do feijão-fava tem um impacto negativo na capacidade dos rizóbios nativos de nodularem genótipos de feijão-fava durante o avanço das gerações.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2476126 - ADEMIR SERGIO FERREIRA DE ARAUJO
Presidente - 1342714 - ANGELA CELIS DE ALMEIDA LOPES
Interno - 626.068.833-49 - JADSON EMANUEL LOPES ANTUNES - UFPI
Externo à Instituição - JARDEL OLIVEIRA SANTOS - UFMA
Interno - 930.516.623-72 - VERÔNICA BRITO DA SILVA - UENF
Notícia cadastrada em: 14/08/2023 10:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 16/06/2024 02:35