Notícias

Banca de DEFESA: PAULA CRISTINA PEREIRA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PAULA CRISTINA PEREIRA SILVA
DATA: 28/02/2020
HORA: 10:00
LOCAL: Sala 459 - CCE
TÍTULO: MODA, CONSUMO E IDENTIDADE PLUS SIZE: UMA ANÁLISE DE PERFIS ESPECIALIZADOS NO INSTAGRAM
PALAVRAS-CHAVES: Moda. Consumo. Análise de Discursos. Identidade. Plus-Size.
PÁGINAS: 223
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Comunicação
RESUMO:

Este trabalho tem o objetivo de analisar como são construídas as identidades plus size nos perfis de moda no Instagram. O nosso objeto se constituiu a partir de dois perfis @modaplussizebrasil e @plussizetips, correspondentes ao tema plus size. Nesses perfis, observamos o número de seguidores, o número de postagens e a quantidade de comentários. Analisamos os discursos produzidos nas postagens e os discursos produzidos nos seus comentários. Esses perfis trazem, particularmente, a possibilidade de mulheres plus size trocarem imagens e informações de consumo, além de compartilharem as dificuldades de viverem em uma sociedade com regras e padrões de beleza pré-estabelecidos, diferentes do que vivenciam, o que os torna lugares de voz para este grupo social, no universo da moda. Neste sentido, são abordados os temas como moda, consumo, identidade e suas relações, buscando observar a construção das identidades plus size. Adotamos como método a Análise de Discurso Crítica (ADC), levando em consideração a utilização da linguagem, a produção de sentidos, bem como as posições dos sujeitos na cena discursiva, sob um olhar crítico. Dessa forma, a análise se divide conforme os conceitos de avaliação, ideologia, metáfora e hegemonia. Discutimos, ainda, o conceito de moda e os fatores que a impulsionam como consumo, identidade e corpo. A pesquisa é realizada através de uma construção teórico-metodológica a partir de autores como: Fairclough (2001), Thompson (2011), Resende e Ramalho (1994, 2011), Castells (2002, 2003, 2009), Orlandi (1990, 2001, 2012), Lipovetsky (1989, 2010), Castilho (2004, 2005), Mesquita (2010), Crane (2006), Campbell (2006), Duarte Junior (2003), Eco (2013), Sant’Anna (1995, 2001, 2014), Svendsen (2010), dentre outros que se mostram fundamentais na composição desta pesquisa. As novas identidades são construídas com base em inúmeras variáveis e com inúmeros referenciais, mas sempre embasadas pela noção da diferença. E as diferenças precisam, sempre, ser reconhecidas. Concluímos que a moda pautada pelo consumo dos discursos nos perfis analisados contribuem para construção das identidades plus size.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423514 - FRANCISCO LAERTE JUVENCIO MAGALHAES
Interno - 1587234 - LIVIA FERNANDA NERY DA SILVA
Externo ao Programa - 3051150 - HUMBERTO PINHEIRO LOPES
Notícia cadastrada em: 04/02/2020 11:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 29/11/2020 02:13