Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LEIDE DAYANE DA SILVA ARAUJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LEIDE DAYANE DA SILVA ARAUJO
DATA: 14/07/2023
HORA: 09:00
LOCAL: Google Meet
TÍTULO: O ENSINO DE GEOGRAFIA NO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DO NOVO ENSINO MÉDIO EM ESCOLAS PÚBLICAS PIAUIENSES
PALAVRAS-CHAVES: Ensino de Geografia; Novo Ensino Médio; Reforma Curricular.
PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
RESUMO:

O presente trabalho busca investigar a situação do ensino de Geografia no projeto do Novo Ensino Médio no contexto de duas escolas públicas localizadas no município de Castelo no Estado do Piauí, analisando as mudanças curriculares e suas repercussões na prática docente de dois professores de Geografia. Nesse sentido, a pesquisa tem como objetivo geral analisar o processo de implementação do novo Ensino Médio, no que se refere ao componente curricular Geografia, em escolas públicas do Estado do Piauí no município de Castelo-PI. Quanto aos objetivos específicos, pretende-se: a) Conhecer os documentos norteadores do Novo Ensino médio, em nível nacional e regional; b) caracterizar as ações de implementação do Novo Ensino Médio nas escolas pesquisadas; c) Verificar como tem sido a apropriação das mudanças no ensino médio pelos docentes de Geografia pesquisados; d) identificar as dificuldades encontradas no processo de implementação do Novo Ensino Médio na perspectiva da Gestão escolar. No que concerne à dimensão teórica, o trabalho toma como aporte estudos críticos recentes que discutem os pressupostos, princípios norteadores e o caráter da reforma do ensino médio no Brasil nos últimos anos, associados a criação de um novo aparato legal e a proposição de um novo desenho para o ensino médio, buscando fundamentação em referências do campo da educação, como Gonçalves (2023), Moll e Garcia (2014), Moll (2017), Farias (2020), Santos, Valério e Mota (2018), bem como de autores que investigam o assunto da ótica da Geografia, como Bento e Almeida (2022), Silva (2019) e Corti (2019), Salmeron (2021), Farias (2020) e Barboza (2021). Em termos metodológicos, o trabalho adota o modelo qualitativo de pesquisa, ancorada em estudos bibliográficos, documentais e empíricos (GIL, 2019; MINAYO, 2013; RICHARDSON, 2012). Para viabilizar o estudo na modalidade qualitativa foram selecionados procedimentos que nos parecem pertinentes para a abordagem do objeto de pesquisa, mais precisamente a pesquisa bibliográfica, a análise documental, a observação e a entrevista semiestruturada, tendo como referência autores tais como Bogdan e Biklen (1994), Triviños (2008), Freitas e Prodanov (2009). O material coletado através do instrumental de pesquisa será tratado através da técnica de análise de conteúdo, em conformidade com as etapas analíticas propostas por Bardin (2010), contando com o apoio de um software de análise de dados qualitativos, o Atlas.ti. Assim, através da caracterização desses procedimentos, pretendemos destacar sua relevância para o estudo em foco, justificando sua adequação para as fases constitutivas da pesquisa. Dessa forma, por meio dos dados coletados, foi examinada a nova legislação do ensino médio, principalmente na área de ciências humanas, que orienta as mudanças, investigando como está ocorrendo sua efetivação no ensino de Geografia nas supracitadas escolas, na perspectiva dos atores diretamente envolvidos com essa dinâmica.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2280398 - ARMSTRONG MIRANDA EVANGELISTA
Interno - 1671765 - ANDREA LOURDES MONTEIRO SCABELLO
Externo à Instituição - LIDIANE BEZERRA OLIVEIRA - IFPI
Externo à Instituição - LIÉGE DE SOUZA MOURA - UESPI
Notícia cadastrada em: 05/07/2023 09:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 12/06/2024 22:42