Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ALDA CRISTINA DE ANANIAS ARAUJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALDA CRISTINA DE ANANIAS ARAUJO
DATA: 28/05/2024
HORA: 14:00
LOCAL: https://meet.google.com
TÍTULO: EXPLORANDO A CLIMATOLOGIA COM GEOTECNOLOGIAS NO ENSINO DE GEOGRAFIA NA ESCOLA PÚBLICA DE TERESINA (PI)
PALAVRAS-CHAVES: Geotecnologias; Ensino de Geografia; Aprendizagem; Climatologia; Google Earth; Windy.
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
RESUMO:

No ensino de geografia as geotecnologias assumem uma importante função no âmbito educacional, contribuindo de maneira significativa para uma aprendizagem ativa, crítica e dinâmica do espaço geográfico. Vidal, Mascarenhas e Lima (2021) comentam que embora o livro didático ainda seja relevante para prescrever conteúdos e atitudes, as novas mídias desafiam a maneira tradicional de aprendizagem e ensino em Geografia, especialmente no que se refere aos conteúdos físico-naturais. Com as geotecnologias surgem, então, novas metodologias para o Ensino da Geografia Física, no tocante aos conteúdos referentes ao conhecimento da Climatologia. Sabendo da importância das geotecnologias no ensino formal, levanta-se o seguinte questionamento: i) Como os softwares Google Earth e Windy podem ser úteis na aprendizagem de conteúdos geográficos relacionados ao clima da Terra? Como possível hipótese, compreende-se que as Geotecnologias podem ser úteis para o ensino do clima da Terra. Em estudos analisados, o uso do Google Earth e do Windy, com suas ferramentas georreferenciadas, demonstrou eficiência no ensino de clima, proporcionando uma compreensão mais aprofundada dos conceitos climáticos e suas interações com as dinâmicas socioespaciais. Dessa forma, esses softwares podem ser vantajosos como recursos didáticos ao abordar os conteúdos climáticos para as turmas de 6º ano. A escolha deste tema no ambiente acadêmico visa impulsionar o conhecimento sobre a aplicação das geotecnologias na educação. Na área da educação, a pesquisa visa evidenciar que a integração de recursos tecnológicos no ensino são úteis no desenvolvimento da capacidade dos alunos em compreender o mundo ao seu redor. No âmbito social, em geral, a sociedade se beneficiará ao contar com cidadãos conscientes e proativos, capazes de abordar e resolver os desafios que surgem em seu meio. A escolha de utilizar os programas Google Earth e Windy baseia-se em sua facilidade de acesso, gratuidade e na ampla gama de possibilidades exploratórias oferecidas em relação às informações geográficas. Com base nisso, a pesquisa visa analisar o uso do Google Earth e do Windy como ferramentas didáticas no ensino e aprendizagem dos conteúdos geográficos relacionados ao clima da Terra de uma escola pública municipal do ensino fundamental da cidade de Teresina, Piauí. Mais especificamente: I) Verificar nas aulas dos professores de geografia o uso das tecnologias digitais ligadas aos conteúdos de clima da Terra; II) Apresentar sugestões de práticas didático pedagógicas com os programas Google Earth e Windy para os conteúdos de clima da Terra ensinados nas aulas de geografia da escola alvo; III) Aplicar o uso dos programas Google Earth e Windy nas aulas de Geografia de duas turmas de 6º ano da Escola Municipal Deputado Antonio Gayoso, no que concerne aos conteúdos do clima da Terra.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167728 - CARLOS SAIT PEREIRA DE ANDRADE
Interno - 2645480 - MUGIANY OLIVEIRA BRITO PORTELA
Externo ao Programa - 276280 - MARCOS ANTONIO DE CASTRO MARQUES TEIXEIRA
Notícia cadastrada em: 07/05/2024 21:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 16/06/2024 05:12