Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: OSVALDO LUIS BARBOSA COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: OSVALDO LUIS BARBOSA COSTA
DATA: 29/05/2024
HORA: 09:00
LOCAL: Sala virtual google meeting
TÍTULO: Uso do mapa conceitual na Geografia escolar inserido em unidade de ensino potencialmente significativa
PALAVRAS-CHAVES: Aprendizagem Significativa. Mapas Conceituais. Ensino de Cidades.
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
RESUMO:

O processo de ensino envolve a seleção de conteúdos, objetivos de aprendizagem e métodos de ensino, visando uma efetiva aprendizagem. Na educação formal é essencial empregar procedimentos metodológicos adequados para alcançar êxito da realização desse processo. A Geografia, inserida nas ciências humanas, lida com a complexidade do espaço geográfico, abordando o estudo do ambiente e das interações sociais em diferentes escalas, requerendo diversas estratégias de ensino para promover a aprendizagem em sala de aula. Desse modo os mapas conceituais são ferramentas poderosas que podem ser utilizadas em sala de aula para promover a aprendizagem significativa dos alunos.  Ao empregar mapas conceituais, os educadores podem ajudar os alunos a visualizar e organizar conceitos, relacionamentos e hierarquias de informações de forma clara e concisa. Isso facilita a compreensão dos conteúdos, permitindo que os estudantes construam conexões entre os diferentes temas abordados em sala de aula.  Neste sentido, a presente pesquisa tem como objetivo geral analisar o uso do mapa conceitual para aprendizagem significativa a partir da apreensão do conceito de cidade no 9º ano do ensino fundamental na cidade de Altos-PI. Especificamente objetiva-se identificar os conhecimentos prévios dos estudantes a cerca do conceito de cidade; elaborar e aplicar, em conjunto com o professor de Geografia do 9º ano, uma unidade de ensino potencialmente significativa e verificar os atributos de uso do mapa conceitual como estratégia metodológica na aplicação da unidade didática potencialmente significativa.  Para tanto, buscou-se construir um referencial teórico a partir dos seguintes segmentos: o ensino de Geografia e o ensino de cidades fudamentando-se nas ideias de (Harvey; Corrêa, 2011); (Lencioni, 2008 ); (Lefebre, 1991);  (Cavalcante, 2008); (Castellar,2009).  No segmento aprendizagem significativa abordou-se a teoria desenvolvida por (David Ausubel,1968), com contribuições de Joseph Novak (1968), intitulada Teoria da Aprendizagem Significativa. No Brasil, consultamos, principalmente, os seguintes autores ( Moreira, 2010; 2015); (Moraes, 2017); (Gobara e Caluzi, 2016) dentre outros. Para o terceiro segmento abordou-se a temática dos mapas conceituais como ferramenta para aprendizagem significativa com os teóricos: (Moreira,2012); (Sposito, 2010); (Moreira; Mazine,2021); entre outros. O levantamento bibliográfico realizado foi importante para a delimitação do objeto de estudo, bem como o recorte espacial desta pesquisa. Com  relação aos procedimentos técnicos de coleta e análise dos dados a pesquisa será realizada mediante uma abordagem qualitativa, caracterizando-se por uma pesquisa exploratória. Ainda em relação aos objetivos propostos, o presente estudo apresentará caráter descritivo e explicativo uma vez que descreverá  características específicas para atender toda demanda proposta pelo objeto de estudo e identificará os fatos que podem contribuir para ocorrência de um fenômeno.  Como técnica de coleta de dados pretende-se aplicar questionários, bem como observações sistemáticas.  Assim, a referida metodologia contribuirá no sentido de permitir, ao pesquisador e aos sujeitos envolvidos, interagirem e interferirem no seu próprio ambiente, instrumentalizando-os para serem capazes, a partir da situação-problema, de mobilizarem conhecimentos e experiências, teoria e prática na busca da transformação da realidade. Ressaltamos ainda que nesse texto apresenta-se a estrutura teórica da pesquisa e a metodologia que se pretende adotar, elementos que foram construídos ao longo dos estudos realizados.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1087152 - JOSELIA SARAIVA E SILVA
Interno - 2280398 - ARMSTRONG MIRANDA EVANGELISTA
Interno - 2645480 - MUGIANY OLIVEIRA BRITO PORTELA
Externo à Instituição - DAVID DE ABREU ALVES - UFRR
Notícia cadastrada em: 09/05/2024 19:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 19/06/2024 22:37