Notícias

Banca de DEFESA: IONE CRISTINA DANTAS RIBEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: IONE CRISTINA DANTAS RIBEIRO
DATA: 31/05/2016
HORA: 09:00
LOCAL: SALA DE VIDEO 2 - CCHL/UFPI
TÍTULO:

NEORRURALIDADES E IDENTIDADES: SENTIDOS DE TERRITORIALIDADES EM RESIDÊNCIAS SECUNDÁRIAS PARA MORADORES DO BAIRRO ILHOTAS, TERESINA-PI


PALAVRAS-CHAVES:

neorruralidade; posições identitárias; territorialidade; residência secundária.


PÁGINAS: 96
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

O rural durante muito tempo foi visto como o lugar do atraso e em oposição ao urbano. Na contemporaneidade esta realidade mudou, o rural passou também a significar associação com meio ambiente, potencial para a proteção ambiental e para sossego.  Desta feita, a ampliação das significações do rural aumenta as funcionalidades atribuídas aos espaços rurais para além da produção agropecuária, englobando conservação ambiental, patrimônio cultural e natural, paisagem, lazer, turismo, incluindo as práticas terapêuticas, centros de equoterapia, terapia de energização, comunidades terapêuticas, além do agrocomércio. Trata-se de espaços e serviços organizados e estruturados para oferecer conforto à vida citadina no ambiente rural. Assim, trazer na atualidade a discussão sobre o tema das ruralidades e/ou neorruralidades é também discutir o rural para além da histórica dicotomia entre rural e urbano, sem desconsiderar as marcas que podem ter sido deixadas pela tradicional hierarquia campo/cidade, em que o rural é semantizado como o atraso a ser superado pela racionalidade moderna. A presente dissertação tematiza neorruralidade e identidades pelo estudo dos sentidos de territorialidades em residências secundárias, as quais são aquelas utilizadas em finais de semana e/ou feriados, para fins de descanso e/ou lazer. Para isso, trabalhou-se com a perspectiva de identidade enquanto processo, com seus fluxos e hibridismos. Para desenvolvimento do tema, foram discutidas categorias que com este se relacionam tais como desenvolvimento e território, que foram abordados do ponto de vista das ciências sociais, como um espaço de múltiplos processos, incluídas as relações de poder e processos de significações. Assim, a neorruralidade foi discutida nesse contexto de transversalidade de posições identitárias e seus desdobramentos, verificados por meio da pesquisa de campo, a qual revelou relação hierárquica entre os significados como neorrurais a partir do estudo de seus discursos e a população rural local, implicando na percepção de que as posições identitárias são múltiplas e móveis, porém são orientadas por relações de poder.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1167705 - MARIA DIONE CARVALHO DE MORAIS
Presidente - 1581663 - MARIA SUELI RODRIGUES DE SOUSA
Externo à Instituição - SÉRGIO LUIZ DE OLIVEIRA VILELA - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 20/05/2016 16:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 11/08/2020 04:24