Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCISCA DANIELE SOARES DO CARMO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCA DANIELE SOARES DO CARMO
DATA: 12/12/2016
HORA: 09:00
LOCAL: SALA - 337/PPGS/CCHL
TÍTULO: POVOS DE TERREIRO NO CONTEXTO DE INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS: Territórios sociais de religiosidade de matrizes africanas na zona norte de Teresina-PI e o Programa Lagoas do Norte - PLN.
PALAVRAS-CHAVES: Povos de Terreiro; Territórios Sociais; Intervenções Urbanísticas; Programa Lagoas do Norte.
PÁGINAS: 151
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

Estudo de abordagem socioantropológica, que focaliza Povos de Terreiros da zona norte de Teresina, Piauí, no âmbito de um processo de intervenções urbanísticas levadas a cabo pelo Programa Lagoas do Norte (PLN), política levada a cabo pela Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) com financiamento do Banco Mundial. Este programa de “re-qualificação urbana”, com ações de largo espectro, vem sendo implementado, desde 2008, em 13 bairros da região norte de Teresina. O programa é tido, no discurso da gestão pública municipal como um conjunto de intervenções ambientais, sociais, e econômicas, integradas em território determinado, a fim de (re)vitalizar, (re)urbanizar e (re)qualificar bairros da zona norte da cidade, solucionando problemas socioambientais que acometem de longa data a região. Com ênfase na dimensão socioambiental, os documentos do PLN fazem referências a ações voltadas à “preservação e a proteção da cultura local”, a exemplo do projeto de construção de uma controversa “Praça dos Orixás”, a ser edificada como espaço de memória-celebração dos cultos religiosos afro-brasileiros, na cidade. A zona norte da cidade tem, entre seus marcadores  culturais, a religiosidade expressa na cultura de terreiro com vasto número de casas de Umbanda e de Candomblé. No processo de urbanização da cidade, terreiros localizados nas áreas centrais de Teresina foram sendo deslocados e, muitos, foram-se (re)territorializando na zona norte da cidade, região tida como de “bairros populares”. No entanto, esses territórios sociais encontram-se novamente ameaçados, inclusive, pelo deslocamento involuntário previsto no processo de intervenção do PLN. Nesta cidade em (re) edição, impõe-se compreender, em profundidade, como o PLN dialoga com as religiosidades de matrizes afro-brasileiras, na região sob intervenção, observando qual lugar ocupa esta expressão cultural na paisagem cultural da zona norte de Teresina e para a gestão pública. O foco da pesquisa recai na busca de apreender os sentidos que vêm sendo produzidos e acionados pelos Povos de Terreiro, entre consensos e dissensos internos e nas relações com o poder público, no processo de implantação do PLN


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ELIO FERREIRA DE SOUZA - UESPI
Interno - 1167589 - FRANCISCO DE OLIVEIRA BARROS JUNIOR
Presidente - 1167705 - MARIA DIONE CARVALHO DE MORAIS
Notícia cadastrada em: 01/12/2016 08:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 04/06/2020 15:50