Notícias

Banca de DEFESA: YASMIN FEITOSA CARVALHO DE MORAES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: YASMIN FEITOSA CARVALHO DE MORAES
DATA: 30/08/2019
HORA: 09:00
LOCAL: SALA DE VIDEO 1 - CCHL
TÍTULO: O LAZER COMO EXCITAÇÃO: SIGNFICADOS DO LAZER NA DISCURSIVIDADE DE JOVENS NO PARQUE DA CIDADANIA NA CIDADE DE TERESINA,PIAUI
PALAVRAS-CHAVES: Lazer. Prazer. Jovens. Parque da Cidadania
PÁGINAS: 125
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

O lazer é uma dimensão fundamental para o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, contudo, no âmbito da política de administração urbana ocupa, muitas vezes, lugar secundário por ser considerado uma atividade improdutiva e irrelevante. Na cidade de Teresina, Piauí, as políticas urbanas adotadas produziram, a longo prazo, o problema social da escassez de espaços e equipamentos públicos de lazer. Verificou-se que uma boa parte dos bairros de Teresina foram concebidos sem espaços destinados ao lazer, pois suas origens remontam às ocupações irregulares do solo urbano e aos conjuntos habitacionais construídos pelo Estado, na maioria das vezes, sem o mínimo de infraestrutura básica tendo-se em vista que tinham como objetivo principal apenas a moradia. Esse quadro gerou, historicamente, uma demanda de lazer reprimida que teve como consequência, ainda hoje, a procura por espaços de lazer não localizados nos bairros de moradia. Em virtude disso, em Teresina existem espaços de lazer que atraem pessoas de todos os bairros da cidade funcionando, ao mesmo tempo, também como ponto turístico. Este é o caso do Parque da Cidadania, um parque público municipal inaugurado em 2016, localizado no Centro, que em pouco tempo de existência tornou-se um dos espaços públicos de uso coletivo mais frequentados da cidade. Dentre o seu público destaca-se a presença expressiva de jovens realizando práticas de lazer, especialmente, aos finais de semana. Esse fato indica que o Parque da Cidadania constitui parte integrante dos circuitos de lazer e diversão de muitos jovens teresinenses que o frequentam em detrimento de outros espaços públicos. O problema de pesquisa que orienta o presente trabalho é: qual o significado do lazer no Parque da Cidadania segundo a discursividade juvenil? Tendo como hipótese a ideia de que o lazer é associado ao prazer e ao estabelecimento de laços sociais para além da vizinhança. O objetivo geral que orientou a pesquisa foi: compreender o significado do lazer no Parque da Cidadania segundo a discursividade juvenil, materializado nos seguintes objetivos específicos: discutir o lazer na perspectiva ocidental e brasileira; discorrer sobre os espaços de lazer na cidade de Teresina com destaque para o Parque da Cidadania; descrever a concepção e as práticas de lazer dos jovens que frequentam o Parque da Cidadania; identificar as razões que levam os jovens a frequentarem locus da pesquisa. O estudo realizado foi descritivo e exploratório, com abordagem qualitativa, cujos procedimentos metodológicos incluíram a realização de entrevistas semiestruturas e individuais com jovens na faixa-etária entre 18 a 30 anos de idade, observação direta e participante no campo empírico com uso do caderno de campo norteada pela estretégia do olhar de perto e de dentro, com produção e uso de imagens do Parque da Cidadania. Os principais resultados de pesquisa apontaram que as concepções de lazer dos jovens aproximam-se da perspectiva de lazer sob a lógica da excitação, por associarem esse fenômeno social, sobretudo, ao prazer. Contudo, a análise de suas práticas de lazer evidenciou que prevalece, parcialmente, no ritmo de vida cotidiano dos jovens o conceito de lazer no qual as atividades da referida natureza somente ocorrem após os sujeitos livrarem-se ou desembaraçarem-se de suas obrigações sociais, notadamente, o trabalho profissional. Em relação às razões que levam os jovens a frequentarem o Parque da Cidadania, a pesquisa demonstra que esse parque público possui cinco fatores de atração, a saber: escassez de espaços e equipamentos de lazer nos bairros, localização, ponto de referência de encontro, amizade, diversidade de opções de lazer, sem deixar de considerar a possibilidade de outras razões atrativas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1167741 - FERDINAND CAVALCANTE PEREIRA
Externo ao Programa - 1666837 - FERNANDO FERREIRA DOS SANTOS
Presidente - 1581663 - MARIA SUELI RODRIGUES DE SOUSA
Notícia cadastrada em: 12/08/2019 16:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 14/08/2020 17:06