Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA KARLA COELHO DE CARVALHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA KARLA COELHO DE CARVALHO
DATA: 25/11/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Defesa - Nº 317/CCHL
TÍTULO: DA RUA PARA O SHOPPING: ESTUDO DAS MUDANÇAS DA REALOCAÇÃO SOCIOESPACIAL DOS TRABALHADORES DE RUA EM TERESINA - PIAUÍ
PALAVRAS-CHAVES: Trabalho, mudanças, comerciantes informais, Teresina, Shopping da Cidade.
PÁGINAS: 69
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

Esse trabalho tem como foco identificar as mudanças experimentadas pelos trabalhadores do “comércio de rua”, partindo-se da reconfiguração socioespacial vivenciada por estes, ao serem transferidos do Centro de Teresina-PI para o Shopping da Cidade. O espaço da pesquisa foi construído pelo Poder Público Municipal, e fez parte do projeto de revitalização do centro da capital, tendo sido inaugurado em 2009, com o objetivo de abrigar 1.915 comerciantes. O propósito é o de partir do contexto da realocação e estudar as mudanças ocorridas; mapeá-las segundo suas dimensões; identificar dentre as mudanças ocorridas com o processo de “remoção” dos “comerciantes de rua” em Teresina aquelas que efetivamente foram positivas, a partir da perspectiva dos próprios trabalhadores, bem como colher informações significativas para identificar se foram afetados, podendo assim contribuir com a problemática que gira em torno do tema em apreço. O “Shopping dos Camelôs”, como é chamado popularmente, reorganiza o universo desses comerciantes informais tanto em sua configuração espacial, quanto social, imprimindo novas estruturas, até certo ponto, estranhas a estes sujeitos. Partiu-se da hipótese de que as mudanças não se restringiram apenas ao espaço de trabalho: alteraram-se também as atividades praticadas pelos trabalhadores, que anteriormente encontravam-se ligadas a práticas específicas e maneiras de agir próprias de quem exerce suas atividades nas ruas e sem a devida sistematização estatal. Constatou-se que esses indivíduos que ocupavam os espaços públicos de forma marginalizada não adquiriram novos modos de agir e trabalhar no novo espaço por vontade própria. Tornaram-se o que hoje são, por força do poder público e do capital, objetos de deslocamento, de forma a se confundirem com suas barracas e os próprios itens à venda


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1167736 - ANA BEATRIZ MARTINS DOS SANTOS SERAINE
Presidente - 1217067 - ERIOSVALDO LIMA BARBOSA
Externo à Instituição - JOSE LUCIANO ALBINO BARBOSA - UEPB
Notícia cadastrada em: 08/11/2019 14:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 04/06/2020 14:27