Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JULIANY MARQUES ABREU DA FONSECA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JULIANY MARQUES ABREU DA FONSECA
DATA: 24/02/2017
HORA: 09:00
LOCAL: não presencial
TÍTULO: INFLUÊNCIA DO ESTADO NUTRICIONAL NA CAPACIDADE FUNCIONAL DE ADOLESCENTES
PALAVRAS-CHAVES: Estado nutricional. Teste de esforço. Tolerância ao exercício. Adolescente.
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
SUBÁREA: Saúde Pública
RESUMO:

O sobrepeso e a obesidade representam hoje grandes desafios à saúde pública mundial, devido às suas crescentes prevalências e seus potenciais riscos para o desenvolvimento de comorbidades, como também por manifestar-se de forma cada vez mais precoce. Como fatores de risco, podem interferir em diversos aspectos, dentre eles na capacidade física funcional, ou seja, na habilidade de desempenhar as atividades de vida diária. Nesse sentido, este trabalho objetivou investigar a influência do estado nutricional na capacidade funcional de adolescentes piauienses. Trata-se de estudo transversal, realizado no segundo semestre de 2016, em escolas públicas de ensino fundamental do município de Teresina – PI. Participaram 198 adolescentes, de 10 a 14 anos, avaliados quanto a dados demográficos: sexo, idade e grupo étnico; antropométricos: peso, altura e índice de massa corporal; nível de atividade física, estimado através do Questionário Internacional de Atividade Física; flexibilidade pelo teste de sentar e alcançar sem banco e capacidade funcional pelo teste de caminhada de seis minutos. Antes e após o teste foram coletados os dados clínicos de pressão arterial, saturação de oxigênio, frequência cardíaca, frequência respiratória e esforço percebido pela escala de Borg. Para a análise estatística, utilizou-se o SPSS versão 20.0. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí com o parecer 1.755.806, e teve sua realização autorizada pela Secretaria Municipal de Educação de Teresina. Os pais e/ou responsáveis pelos adolescentes assinaram o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e os adolescentes, o Termo de Assentimento Livre e Esclarecido. Participou do estudo um maior número de adolescentes do sexo feminino (62,6%). A cor da pele autorreferida parda foi predominante (64,6%). As meninas apresentaram maior prevalência de excesso de peso (p=0,267). Os meninos mostraram melhor flexibilidade (p=0,000) e maior nível de atividade física (p=0,033). Adolescentes com excesso de peso percorreram menores distâncias no teste (p=0,028). Sexo masculino (p=0,001), maior flexibilidade (p=0,249) e maior idade (p=0,860) foram fatores de aumento da distância percorrida. O nível de atividade física não apresentou diferença entre suas categorias que pudesse influenciar na distância percorrida (p=0,987). Adolescentes com excesso de peso apresentaram maiores diferenças entre variáveis clínicas antes e após o teste. A maioria dos adolescentes avaliados apresentou capacidade funcional abaixo do esperado. Conclui-se que o estado nutricional influencia a capacidade funcional, aspecto observado através da menor distância percorrida por adolescentes com excesso de peso no teste de caminhada de seis minutos e também pelas maiores diferenças entre variáveis clínicas encontradas neste grupo, antes e após o teste, indicando menor tolerância ao exercício. A maioria dos adolescentes avaliados apresentou capacidade funcional abaixo do esperado, fator alarmante se considerada sua relação com o risco cardiovascular. Sugere-se o estímulo à realização de atividades físicas diárias, hábito a ser adotado desde a infância, bem como o acompanhamento nutricional, dado o fator protetor associado a estas atitudes, com vistas a prevenir ou minimizar as alterações associadas ao excesso de peso.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1552848 - ANA ROBERTA VILAROUCA DA SILVA
Externo à Instituição - Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira - UFRN
Interno - 1642393 - KAROLINE DE MACEDO GONCALVES FROTA
Presidente - 2730060 - LUISA HELENA DE OLIVEIRA LIMA
Notícia cadastrada em: 24/01/2017 09:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 17/01/2021 03:22