• O sistema entrará em processo de atualização de funcionalidades às 13:30. Pedimos a todos que salvem seus trabalhos para que não haja transtornos.
    Agradecemos a compreensão, em 15 minutos o sistema estará de volta.
Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DANIELA BANDEIRA DE CARVALHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIELA BANDEIRA DE CARVALHO
DATA: 12/03/2018
HORA: 09:00
LOCAL: on line
TÍTULO: Fatores associados ao afastamento dos professores por motivo de doença
PALAVRAS-CHAVES: Doenças, professores, absenteísmo, regressão logística, afastamento
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
SUBÁREA: Saúde Pública
RESUMO:

Introdução: O absenteísmo é caracterizado como a ausência laboral do trabalhador, o absenteísmo docente causa implicações danosas para todos os envolvidos no processo.Objetivo: Verificar o perfil dos afastamentos dos professores da Rede Municipal de Teresina e investigar a associação entre as doenças mais prevalentes e os fatores relacionados ao trabalho. Métodos: Estudo transversal, documental e analítico, analisou-se os afastamentos de todos os professores atendidos pela perícia médica do Instituto de Previdência do Município de Teresina – IPMT, durante o período de 2010 a 2016. A regressão Logística foi utilizada para estimar a chance de um professor solicitar afastamento segundo as doenças que mais afastam os professores de suas atividades laborais, onde o nível de significância adotado foi de p<0,05. ResultadosA análise multivariada apontou que os professores com maior carga horária (8 horas/dia), com maior tempo de serviço e os profissionais de educação física estão mais propensos a ter doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo, enquanto que os professores de geografia funcionam como fator de proteção. Possuir menor carga horária e sexo masculino funcionam como fatores de proteção ao desenvolvimento de doenças do aparelho respiratório. O modelo multivariado para afastamentos por transtornos mentais e comportamentais evidenciou que professores que lecionam a disciplina de inglês, do sexo feminino, e com maior tempo de serviço possuem maior chance de desenvolver transtornos mentais e comportamentais.  Conclusões: Políticas de qualidade de vida do professor podem minimizar os adoecimentos e as políticas de promoção, prevenção, reabilitação e reintegração ao trabalho quando fundamentadas em resultados de pesquisas possuem maior eficiência.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1566432 - FERNANDO FERRAZ DO NASCIMENTO
Externo à Instituição - LUCIOLA GALVAO GONDIM CORREA FEITOSA - UNINOVAFAPI
Interno - 1549654 - MALVINA THAIS PACHECO RODRIGUES
Interno - 3367697 - MARCIO DENIS MEDEIROS MASCARENHAS
Notícia cadastrada em: 19/02/2018 15:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 25/01/2021 13:22