Notícias

Banca de DEFESA: CATIANE RAQUEL SOUSA FERNANDES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CATIANE RAQUEL SOUSA FERNANDES
DATA: 03/09/2018
HORA: 09:00
LOCAL: sala de ula do PPGSC/CCS
TÍTULO: ANÁLISE DA SITUAÇÃO VACINAL DE ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO EM TERESINA (PI)
PALAVRAS-CHAVES: Imunização. Saúde do Adolescente. Estudantes. Saúde Pública
PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

Introdução: A cobertura vacinal é um forte indicador de saúde pública atingindo altos índices entre os menores de cinco anos, porém com baixos índices para o público adolescente. Objetivo: Identificar a situação vacinal de estudantes do ensino médio de escolas públicas e privadas de Teresina – PI. Metodologia: Tratase de estudo transversal, recorte de uma pesquisa realizada pelo Programa de Pós Graduação em Saúde e Comunidade, da Universidade Federal do Piauí (PPGSC/UFPI) com estudantes do ensino médio de escolas públicas e privadas de Teresina – PI. A amostragem do macro estudo foi probabilística do tipo estratificada proporcional, em que foram sorteadas escolas e participantes. As escolas foram agrupadas por porte de acordo com as matriculas no ensino médio. Foi sorteada uma escola pública e privada de cada porte, proporcional para cada região geográfica, perfazendo o total de 24 escolas. O cálculo da amostra foi realizado no programa EpiInfo 6.0 (Centers for Disease Control and Prevention, Atlanta, Estados Unidos), adotando-se intervalo de confiança de 95%, incidência de 50% do evento, para efeitos de maximização da amostra, precisão de 5% e efeito de desenho de 1,5. Dessa forma, obteve-se uma amostra de 685 alunos. Solicitou-se as cadernetas de vacinação para todos os estudantes sorteados e, ao final, 137 adolescentes apresentaram os cartões de vacina compondo a amostra do estudo. Após análise dos cartões, os dados do estudo foram processados no software IBM® SPSS®, versão 21.0, sendo calculadas estatísticas descritivas e o Teste Exato de Fisher, após a recategorização das variáveis. O estudo foi autorizado pelo Comitê de ética em pesquisa da UFPI. Resultados: A atualização vacinal foi verificada em 2,9%(4) dos cartões, sendo a maior atualização para a vacina contra febre amarela 86,9%(119) seguida das vacinas dupla adulto 85,4%(117) e tríplice viral 46,7%(64). As vacinas com menor atualização foram Hepatite B 32,1%(44) e HPV 12,2%(17) com associação positiva entre necessidade de administração e aprazamento nos cartões (p<0,001). Conclusão: A desatualização do calendário vacinal apontado no estudo implica em forte impacto para saúde pública, já que possibilita o aparecimento de doenças reemergentes. Destaca-se que a atualização vacinal e manutenção de altas taxas de vacinação dependem da corresponsabilização dos adolescentes e família, promoção da saúde e reorganização das práticas de saúde nas unidades de saúde e na escola. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1549654 - MALVINA THAIS PACHECO RODRIGUES
Interno - 1888794 - JOSE WICTO PEREIRA BORGES
Externo ao Programa - 2499691 - NAYRA DA COSTA E SILVA RÊGO
Externo à Instituição - JOSENEIDE TEIXEIRA CÂMARA - UEMA
Notícia cadastrada em: 24/08/2018 15:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 17/01/2021 02:38