Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: STEPHANIE SARAH CORDEIRO DE PAIVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: STEPHANIE SARAH CORDEIRO DE PAIVA
DATA: 22/01/2019
HORA: 09:00
LOCAL: on line
TÍTULO: ADAPTAÇÃO TRANSCULTURAL DO HEART DISEASE KNOWLEDGE QUESTIONNAIRE PARA ADOLESCENTES BRASILEIROS
PALAVRAS-CHAVES: Doenças Cardiovasculares. Adolescente. Estudos de Validação. Inquéritos e Questionários
PÁGINAS: 127
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

Este é um estudo metodológico que teve como objetivo traduzir e adaptar transculturalmente para adolescentes brasileiros o Heart Disease Knowledge Questionnaire que avalia o conhecimento sobre doenças cardíacas. A diretriz adotada tem aceitação internacional e consistiu nas seguintes etapas: (1) tradução, (2) síntese das traduções, (3) retrotradução, (4) comitê de especialistas, (5) pré-teste, (6) submissão da versão final à autora do instrumento. Todo o processo aconteceu de janeiro a novembro de 2018. O instrumento foi reorganizado em 35 itens para as etapas 1-4. A tradução foi feita por dois tradutores, um informado e outro não informado sobre os conceitos abordados no instrumento, ambos bilíngues, cuja língua materna era o português – resultando nas versões T1 e T2. A síntese das traduções foi realizada por meio de consenso entre os tradutores e todo o processo registrado e mediado pela pesquisadora – resultando na versão T12. Outros dois tradutores fizeram as retrotraduções, ambos cegos sobre o instrumento original, bilíngues, cuja língua materna era o inglês – resultando nas versões RT1 e RT2. O comitê de especialistas foi formado por 7 profissionais a partir de critérios que garantissem a qualidade e competência para avaliação da equivalência da tradução, que foi julgada em quatro aspectos: semântica, idiomática, cultural e conceitual. Dos 35 itens, 24 obtiveram índice de validade de conteúdo (IVC) > que 0,80 não sendo necessárias alterações na versão T12 destes itens. Após ajustes implementados com base nas sugestões dos especialistas, 10 itens obtiveram aprovação pelo IVC. O IVC geral do instrumento foi de 0,93. O item 25, que não havia obtido IVC suficiente para aprovação foi alterado em posterior análise e submetido à avaliação da autora que aprovou a versão proposta. O pre-teste foi realizado com 30 adolescentes de 13 a 18 anos de Teresina, Piauí. Foi utilizado um método quantitativo para avaliar a compreensão dos itens por meio de uma escala likert, e um método qualitativo para obter sugestões dos adolescentes para os itens não compreendidos, por meio da estratégia debrainstorming. Após esta etapa 11 itens foram adaptados. O instrumento foi retrotraduzido para submissão a autora que não apresentou objeção ao questionário adaptado. Considera-se que houve atenção no seguimento de todas as etapas do referencial adotado, garantido a qualidade da adaptação transcultural do instrumento e, portanto, uma versão equivalente a original. Estudo subsequente será realizado a fim de identificar as propriedades psicométricas do instrumento adaptado. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e pesquisa com o parecer nº 2.344.661.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1552848 - ANA ROBERTA VILAROUCA DA SILVA
Externo ao Programa - 1863830 - ANDRESSA SUELLY SATURNINO DE OLIVEIRA
Interno - 1549654 - MALVINA THAIS PACHECO RODRIGUES
Externo à Instituição - Thereza Maria Magalhães Moreira - UECE
Notícia cadastrada em: 15/01/2019 11:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 17/01/2021 04:08