Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DEBORAH FERNANDA CAMPOS DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DEBORAH FERNANDA CAMPOS DA SILVA
DATA: 31/01/2019
HORA: 09:00
LOCAL: on line
TÍTULO: USO DE SUBSTÂNCIAS PSICOTRÓPICAS ENTRE ADOLESCENTES NO SEMIÁRIDO NORDESTINO
PALAVRAS-CHAVES: Álcool; Drogas; Substâncias Psicotrópicas; Adolescentes; Escolares.
PÁGINAS: 88
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

Introdução: A adolescência é caracterizada por um período de transição no qual o indivíduo é surpreendido por descobertas sobre si e o mundo. Não raro, o adolescente é pressionado no sentido de assumir comportamentos e tomar decisões impostas pelo seu meio social, assumindo assim, atitudes e riscos no sentido de se posicionar contrário às convenções sociais, como por exemplo o uso de substâncias psicotrópicas. Objetivo: Analisar o uso de substâncias psicotrópicas pelos adolescentes e seus fatores associados. Métodos: Estudo de delineamento transversal realizado com adolescentes escolares de 13-19 anos, do município de Picos-PI. Brasil; O cálculo utilizado para a obtenção da amostra foi a fórmula para estudos transversais quantitativos com população finita, totalizando uma amostra de 404 adolescentes. Foi utilizado como instrumento para a coleta de dados o DUSI, após coleta, calculou-se as estatísticas descritivas e inferenciais apropriadas às variáveis estudadas tais como: frequências absolutas e percentuais para caracterizar o perfil dos usuários, teste de Qui-Quadrado ou razão de verossimilhança para associações das variáveis categóricas. Foi assumido o valor de p < 0,05 para significância estatística. A variável de desfecho considerada foi ter usado alguma substância psicotrópica nos últimos 30 dias, independente da frequência do uso. Dois índices foram calculados após a aplicação do DUSI: Densidade Absoluta dos Problemas, e Densidade Global de Problemas. Resultados: Quanto às características sociodemográficas dos participantes, houve uma predominância entre adolescentes do sexo feminino (60,4%); autodeclarados pardos (49,3%); com idade a partir de 15 anos (62,9%); que cursam o 9º ano do ensino fundamental (23,8%); com crença religiosa no catolicismo (58,7%). Verificou-se associação do uso de substância psicotrópica com idade (p= 0,005) e série (p= 0,035), onde o álcool (53,8%) foi a substância mais consumida, seguido de analgésicos (40,4%), tranquilizantes (10,5%) e tabaco (9,6%). Ficou evidenciado também que 12,2% desses adolescentes assumiram ter problemas com alguma das 14 substâncias pesquisadas e que 81,4% se encontram em uso de risco. Os maiores problemas relacionados ao uso de substâncias psicotrópicas são desordens psiquiátricas. Conclusão: As drogas lícitas são as mais consumidas pelos adolescentes, a idade de maior uso é entre 15 e 17 anos, tornando necessário ao reconhecimento das singularidades dos sujeitos que fazem uso de drogas e fazer conjectura de práticas de saúde a temática.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1735254 - ANA LARISSA GOMES MACHADO
Interno - 1552848 - ANA ROBERTA VILAROUCA DA SILVA
Externo à Instituição - Antônio Germane Alves Pinto - URCA
Presidente - 2730060 - LUISA HELENA DE OLIVEIRA LIMA
Notícia cadastrada em: 21/01/2019 15:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 25/01/2021 13:44