Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DELBANA PEREIRA RODRIGUES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DELBANA PEREIRA RODRIGUES
DATA: 10/08/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala virtual
TÍTULO: Estado nutricional e consumo alimentar de adolescentes atendidos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar
PALAVRAS-CHAVES: Adolescente. Escolas. Merenda Escolar. Programas e políticas de nutrição e alimentação.
PÁGINAS: 119
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

Introdução: A adolescência é um importante período de transição biopsicossocial entre a infância e a idade adulta. Essa fase também é considerada vulnerável em termos nutricionais, inicialmente por sua maior demanda de nutrientes, necessária para garantir o crescimento e desenvolvimento característicos dessa fase; e segundo por mudanças no estilo de vida, decorrentes da maior autonomia e do processo de transição nutricional que acabam afetando a ingestão adequada de nutrientes. A escola, por sua vez, exerce um papel de destaque na formação de hábitos alimentares saudáveis, uma vez que adolescentes permanecem, em média, de 5 a 6 horas por dia na escola e realizam pelo menos uma refeição junto aos colegas. Objetivo: Avaliar o estado nutricional e a adequação do consumo alimentar de adolescentes atendidos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar. Métodos: Estudo correlacional, com características tanto longitudinal como transversal, realizado com 220 alunos do ensino médio regular, pertencentes à faixa etária de 14 a 19 anos, selecionados por amostragem aleatória estratificada por sexo. Foram coletados dados sociodemográficos, antropométricos/estado nutricional, de consumo alimentar e rendimento escolar. O estudo foi submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Piauí e aprovado sob parecer n° 3.130.999/2019. Resultados: O sexo feminino representou 56,8% do total da amostra e a idade média entre os pesquisados foi 15,97 anos. A avaliação antropométrica mostrou aumento significativo nas medidas referentes ao peso (p=0,008), altura (p<0,001), circunferência de pescoço (p<0,001), circunferência de cintura (p=0,001), circunferência de quadril (p<0,001) e dobra cutânea de panturrilha (p<0,001). Em relação ao consumo escolar, os cardápios apresentaram boa aceitabilidade (94,59%) entre os adolescentes. Quanto aos nutrientes analisados nos cardápios, o mineral cálcio foi o que apresentou menor média percentual de adequação (11,00%), enquanto o mineral zinco apresentou a maior média percentual de adequação (113,51%). O consumo total apresentou inadequações quanto ao consumo de fibras alimentares, de vitamina A e dos minerais cálcio e magnésio, mantendo-se aquém do recomendado para ambos os sexos. Conclusão: Tendo em vista que o monitoramento do estado nutricional e do consumo alimentar são ferramentas importantes do ponto de vista da saúde pública, espera-se que os resultados desta pesquisa possam contribuir para um maior conhecimento à respeito do tema trabalhado e auxiliem quanto à melhor dinâmica para execução de programas voltados para o público adolescente.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - AMANDA DE CASTRO AMORIM - UFPI
Presidente - 1585512 - JESUSMAR XIMENES ANDRADE
Interno - 1549654 - MALVINA THAIS PACHECO RODRIGUES
Externo à Instituição - MARCELO RODRIGUES MARQUES - IFMA
Interno - 1167746 - REGILDA SARAIVA DOS REIS MOREIRA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 22/07/2020 20:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 17/01/2021 02:24