Notícias

Banca de DEFESA: WILIANE BARBOSA GONÇALVES DE MOURA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WILIANE BARBOSA GONÇALVES DE MOURA
DATA: 23/04/2021
HORA: 19:00
LOCAL: CCHL - Ambiente remoto
TÍTULO: AMÉRICA EM LIÇÕES: Olhares sobre os discursos de Formação da América Latina a partir do Compêndio Elemental de História da América de Diego Barros Arana (1865) e do Compêndio de História da América de José Francisco da Rocha Pombo (1900).
PALAVRAS-CHAVES: Compêndio, História da América, Diego Arana, Rocha Pombo
PÁGINAS: 185
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
SUBÁREA: História do Brasil
ESPECIALIDADE: História do Brasil República
RESUMO:

A  presente  pesquisa  tem  por  objetivo  analisar  os  discursos  que  foram  constituídos  no

 

Compêndio Elemental de História da América, de autoria de Diego Barros Arana no Chile (1865) e no Compêndio de História da América, de autoria de José Francisco da Rocha Pombo no Brasil (1900) sobre a Formação da América Latina. Para tanto, esses manuais foram produzidos dentro de cenários que estavam em transformações político-educacionais, isto é, no Chile, em 1860 fora instituída a Ley de Instrucción Primária e no Brasil, a Reforma Benjamin Constant, cujo intuito eram formar símbolos nacionalistas que pudessem ser identificados como caracterizadores identitários. Para atingir tal ideia, os governos nacionalistas passam a utilizar três cenários a fim de atingir seus objetivos, isto é, o político, associados às influências e a construção de decretos como forma de moldar os manuais; o educacional, ao qual essas obras seriam destinadas; e o social, que estariam associados aos processos de circulação. A partir dessa ótica, observamos de que maneira os autores abordaram as questões de identidade, nacionalismo e pertencimento social, cuja base é a formação da América Latina e cujo contexto histórico estava imbricado na ideia do pan-americanismo. Por isso, nosso aporte teórico encontra-se centrado na Nova História Cultural, tendo como base Chartier (2014), Darnton (1990), Foucault (1999) et al; e na História da Educação, com Bittencourt (1993), Labarca (1939) et al. Nessa perspectiva, mergulhamos em um arsenal de fontes, como forma de embasar a pesquisa, tais como os referidos compêndios, decretos constitucionais, currículos escolares, biografias, jornais e revistas acadêmicas, fontes virtuais, dentre outros.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - . GIOVANI JOSÉ DA SILVA - UNIFAP
Interno - 1783526 - FRANCISCO GLEISON DA COSTA MONTEIRO
Presidente - 1064114 - JOSE PETRUCIO DE FARIAS JUNIOR
Notícia cadastrada em: 03/04/2021 17:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 02/12/2022 17:46