Notícias

Banca de DEFESA: TALYTA MARJORIE LIRA SOUSA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TALYTA MARJORIE LIRA SOUSA
DATA: 10/03/2023
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de Vídeo 1 - CCHL
TÍTULO: HOMENS NEGROS COMO A NOITE1 OS ESCRAVIZADOS NOS ANÚNCIOS DE JORNAIS PIAUIENSES NO SÉCULO XIX
PALAVRAS-CHAVES: História. Escravidão. Anúncios de Fuga, Compra, Venda e Aluguel.
PÁGINAS: 376
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
SUBÁREA: História do Brasil
ESPECIALIDADE: História do Brasil Império
RESUMO:

Partindo do referencial das fontes sobre escravidão no Brasil e no Piauí, analisamos os anúncios e noticiários sobre escravos, relativos à fuga, compra, venda e aluguel, para compreender historicamente a dinâmica da escravidão na província do Piauí durante o século XIX. Levantamos a tese que, no Piauí, durante o século XIX, houve a intensificação nos anúncios sobre escravos devido à mudança na ordem jurídica, política, econômica e social no panorama internacional, no que diz respeito ao fim do tráfico transatlântico de escravos e o incremento do tráfico interprovincial. Fizemos a pesquisa hemerográfica no acervo digital do Núcleo de Pesquisa em Jornalismo e Comunicação da Universidade Federal do Piauí, na Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional e nos acervos dos jornais britânicos do The British Newspaper Archive. No Arquivo Público do Estado do Piauí, pesquisamos os documentos da Secretaria de Polícia, como passaportes, códices dos relatórios dos chefes de polícia e livro de bando, e os livros de escrituras de compra e venda. No acervo digital Center for Research Libraries, tivemos acesso aos relatórios de presidentes da província e, por meio do Projeto Resgate, consultamos a documentação do Arquivo Histórico Ultramarino referente ao Piauí colonial. A partir da análise das fontes, do referencial bibliográfico e teórico, escolhemos como recorte espacial a província do Piauí, e como recorte temporal, o século XIX, em virtude das transformações ocorridas nos panoramas nacional e internacional do alusivo período. No que concerne à metodologia do processo investigativo, adotamos a pesquisa histórica descritiva a partir da consulta e análise da base documental. Ensejamos que este trabalho ajude a preencher as lacunas da historiografia referente ao estudo da escravidão no Piauí, contribua, enriqueça e excite o interesse de novos pesquisadores.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CRISTIANO LUÍS CHRISTILINO - UEPB
Externo à Instituição - EDUARDO FRANCA PAIVA - UFMG
Interno - 1783526 - FRANCISCO GLEISON DA COSTA MONTEIRO
Interno - 747.008.043-00 - MARCELO DE SOUSA NETO - UESPI
Presidente - 2174309 - PEDRO VILARINHO CASTELO BRANCO
Interno - 2167352 - TERESINHA DE JESUS MESQUITA QUEIROZ
Notícia cadastrada em: 10/02/2023 15:27
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 29/02/2024 15:14