Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GUSTAVO SILVA DE MOURA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GUSTAVO SILVA DE MOURA
DATA: 04/04/2023
HORA: 09:00
LOCAL: Plataforma Google Meet
TÍTULO: "Detonar nas paradas musicais do litoral": Percursos e experiências do rock e seus personagens na sociedade e cultura do litoral do Piauí (1965-1997)
PALAVRAS-CHAVES: História; Rock; Litoral do Piauí.
PÁGINAS: 202
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
SUBÁREA: História do Brasil
RESUMO:

Este trabalho objetiva investigar os percursos das práticas musicais rock no litoral do Piauí entre os anos de 1965 e 1997, analisando as formas de difusão, produção do rock autoral, espaços e ações ligadas ao estilo na região. O itinerário será analisado a partir do corpus documental composto pelos periódicos Folha do Litoral, Norte do Piauí, A Libertação, Jornal Inovação e Almanaque da Parnaíba; produção fonográfica representadas pelas coletâneas LP Parnaíba – 150 anos (1994), CD Porto das Barcas (1996), CD SESC Ouro (1996) e a obra lançada em fita cassete da banda Outside intitulada Experience One (1997); fotografias e entrevistas com personagens da temporalidade proposta, objetivando esquadrinhar os percursos de divulgação das ideias e sonoridades relacionadas ao rock, compreendendo as relações e tensões entre o local, nacional e global na região. Ademais, buscou-se investigar as práticas musicais vinculadas ao rock no litoral do Piauí considerando os aspectos que se relacionam à indústria fonográfica brasileira e sua conexão com a música rock e as tensões na cultura e sociedade local contribuem para ampliar o leque de percepção da História da Música e do Rock no Piauí. Como base teórica, ampara-se no campo da História Social da Cultura, representada nos trabalhos desenvolvidos por Edward Palmer Thompson (2012, 1998, 1981) e seu conceito de experiência; Raymond Williams (2008, 2011) e seu conceito de cultura e a micro-história de bases sociais com Giovanni Levi (1998, 2020, 1992) e Edoardo Grendi (2009, 1998) no entendimento das práticas dos indivíduos como moldadas pelo contexto social e cultural como parte de um processo continuo de tensões e mudanças. As fontes utilizadas no decorrer do trabalho serão analisadas sob o prisma conceitual e metodológico baseados no campo da História e Música, pelo viés da historiadora Tânia Garcia (2013, 2021) e os historiadores Marcos Napolitano (2005, 2007) e Juan Pablo Gonzalez (2016, 2013); no campo da História Oral, a base será Alessandro Portelli (2003, 2010) e Ricardo Santhiago (2013, 2016); no campo da História e Imagem, a base será a historiadora Ana Mauad (2008) e no campo da História e Imprensa, Capelato (2015) e Luca (2008).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2335100 - CLAUDIA CRISTINA DA SILVA FONTINELES
Interno - 2061327 - FABIO LEONARDO CASTELO BRANCO BRITO
Interno - 2367712 - FRANCISCO DE ASSIS DE SOUSA NASCIMENTO
Interno - 2574855 - FREDERICO OSANAN AMORIM LIMA
Interno - 877.646.793-72 - PEDRO PIO FONTINELES FILHO - UESPI
Notícia cadastrada em: 15/03/2023 08:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 18/05/2024 14:42