Notícias

Banca de DEFESA: PAULO RONALDO SOUSA TEIXEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PAULO RONALDO SOUSA TEIXEIRA
DATA: 22/02/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório da Fisica, CCN
TÍTULO:

FILMES HÍBRIDOS NANOESTRUTURADOS A BASE DE CELULOSE MICROCRISTALINA FOSFATADA: SÍNTESE E CARACTERIZAÇÃO


PALAVRAS-CHAVES:

celulose microcristalina, polianilina, nanocompósitos, automontagem


PÁGINAS: 74
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Físico-Química
ESPECIALIDADE: Eletroquímica
RESUMO:

A celulose microcristalina (CM) é caracterizada como celulose purificada e parcialmente despolimerizada obtida por tratamento com ácido clorídrico.O desenvolvimento de novos materiais que incorporam CM se torna atraente devido à sua insolubilidade em água, ácidos ou bases e solventes orgânicos comuns. Neste contexto, os filmes híbridos e eletroativos nanoestruturados contendo CM modificados com o grupo fosfato (CMPO4) foram preparadas em conjunto com polianilina (PANI) e poli (vinil sulfato de sódio) (PVS). Os filmes preparados através da técnica de automontagem do tipo camada-por-camada (do inglês Layer-by-Layer ou LbL) em meio de tampão fosfato monobásico, utilizando a celulose dispersa na solução de PANI formando a estrutura PVS/PANI(CMPO4). Para fins de comparação, os filmes foram preparados contendo celulose, sem modificação (CM), que constitui a segunda estrutura LbL de estudo; PVS/PANI(CM). Todos os filmes foram caracterizados por espectroscopia na região do ultravioleta visível (UV-VIS) e voltametria cíclica (VC). Através do monitoramento das bicamadas pelo UV-VIS, encontrou-se coeficientes de correlação (R2) entre 0,995 e 0,999, o que caracteriza uma correlação direta entre os valores de absorbância e o número de bicamadas depositadas, comprovando assim, o aumento da espessura dos filmes em cada etapa de deposição, caracterizando estes sistemas como autorregulados. Os voltamogramas cíclicos em meio tamponado obtidos para os filmes PVS/PANI(CMPO4) mostraram maiores valores de densidade de corrente quando comparados aos filmes de PVS/PANI e mesmo PVS/PANI(CM) o que pode estar relacionado ao processo de autodopagem da polianilina na presença da celulose fosfatada. Através de testes qualitativos utilizando o sistema PVS/PANI(CMPO4) na presença de Cromo VI, verificou-se a presença de um terceiro pico de redução em 0,38V constatando a complexação do metal no filme, demonstrando a viabilidade de utilização do filme proposto pode na elaboração de sensores para monitoramento de mananciais aqüíferos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2549060 - CARLA EIRAS
Interno - 1553988 - EDSON CAVALCANTI DA SILVA FILHO
Externo ao Programa - 1718303 - DURCILENE ALVES DA SILVA
Externo à Instituição - JANICIARA BOTELHO SILVA - CEFET/PI
Notícia cadastrada em: 30/01/2013 16:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 04/12/2020 20:11