Últimas Notícias
Banca de QUALIFICAÇÃO: ELANNO PÁDUA ALBUQUERQUE DO NASCIMENTO
Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELANNO PÁDUA ALBUQUERQUE DO NASCIMENTO
DATA: 11/05/2022
HORA: 14:30
LOCAL: modo remoto
TÍTULO: Quaternização de galactomanana extraida de Dimorphandra gardneriana e seu uso como biomaterial antimicrobiano
PALAVRAS-CHAVES: Galactomanana; quaternização; antimicrobiano
PÁGINAS: 36
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

A utilização de polissacarídeos vegetais tem sido uma fonte interessante para o desenvolvimento de novos antimicrobianos, e uma das estratégias para isso é a modificação química por meio de reações quaternização que podem dar a esses polímeros novas propriedades físico-químicas e torná-los detentores de atividade antibacteriana pela possibilidade de adquirirem cargas positivas em sua estrutura e poderem interagir com a membrana celular bacteriana carregada negativamente. Nesse sentido, o objetivo deste estudo foi modificar quimicamente a goma de galactomanana extraída de endospermas de sementes da Dimorphandra gardneriana (GFD) através de reações de quaternização e torná-la detentora de atividade antimicrobiana. A galactomanana foi submetida a quatro rotas de quaternização utilizando o reagente CHPTAC em meio alcalino em reações de 18 horas sob aquecimento em banho-maria; gerando, ao final, quatro derivados modificados (GQ1/ GQ2/ GQ3/ GQ4). Os derivados obtidos foram caracterizados espectroscopia na região do infravermelho que confirmou o aparecimento de bandas atribuídas a grupamentos de amônio quaternário nas suas estruturas químicas. O estudo teórico da estrutura da galactomanana a fim de verificar os sítios mais propensos para a quaternização ocorrer, bem como ressonância magnética nuclear e reologia de GFD e seus derivados foram realizados. A análise por Potencial Zeta demonstra aumento positivo da carga em todos os derivados, e o teste antimicrobiano de concentração inibitória mínima e bactericida mínima contra bactérias gram-positivas demonstrou que GQ1 e GQ2 não são antibacterianas, GQ3 é bacteriostática e GQ4 sendo bactericida. A análise elementar revelou aumento crescente do grau de substituição entre os derivados (GQ1>GQ2>GQ3>GQ4), confirmando a introdução dos grupos químicos de quaternização e corroborando com intensidade de bandas da espectroscopia de infravermelho. Além disso, a análise morfológica do efeito antibacteriano sobre bactérias do gênero estafilococos através da microscopia de força atômica demonstrou mudanças drásticas na morfologia celular bacteriana depois do tratamento com o derivado GQ4. Teste de viabibilidade celular usando macrófagos RAW 264.7 indicaram que após 72h, a viabilidade celular foi mantida próximo de 100% em concentrações de 20mg/mL, que é uma concentração dezenas de vezes maior que as doses de concentração inibitória mínima encontradas neste estudo; demonstrando, assim, ser biocompatível. Dessa forma, GQ3 e GQ4 demonstram ser promissores agentes antiestafilocócicos que podem ser otimizados no desenvolvimento de diversas formulações antimicrobianas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1718303 - DURCILENE ALVES DA SILVA
Interno - 1553988 - EDSON CAVALCANTI DA SILVA FILHO
Externo à Instituição - PATRICK VERAS QUELEMES - UFPI

Cadastrada em: 28/04/2022
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 07/03/2022 - 08/03/2022 · Matrícula para o período 2022.1.
  • 10/03/2022 · Início do período letivo 2022.1.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 25/05/2022 02:31