Notícias

Banca de DEFESA: CARLOS ALBERTO LOPES FONTELES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLOS ALBERTO LOPES FONTELES
DATA: 19/04/2013
HORA: 09:30
LOCAL: Auditório do CCN
TÍTULO:

COMPÓSITOS POLIMÉRICOS À BASE DE MATRIZ TERMOFIXA E COCO BABAÇU (Orbignya Phalerata): ANÁLISE POR SORÇÃO DE ÁGUA E PROPRIEDADES MECÂNICAS


PALAVRAS-CHAVES:

Compósitos poliméricos, coco babaçu, tratamento alcalino, propriedades mecânicas e sorção de água.


PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
RESUMO:

A busca por materiais ecológicos para minimizar os problemas ambientais tornou-se uma grande preocupação nos últimos anos. O uso de fibras naturais como reforço de vários substitutos sintéticos tem demonstrado um grande potencial para aplicações tecnológicas. Este estudo tem como objetivo desenvolver e caracterizar mecanicamente os compósitos de matriz de polímero, como fibra reforçada com fibras naturais de coco de babaçu epicarpo do estado do Piauí, in natura e após o tratamento químico com NaOH. O efeito do tratamento químico das fibras foi analisado por Microscopia Eletrônica de Varredura. Os compósitos foram preparados pela técnica de “hand lay up”, com concentrações de reforço de fibras de 5, 7,5 e 10 %, e, o seu comportamento mecânico avaliado através das propriedades mecânicas em tração e impacto. A propriedade de sorção de água dos sistemas também foi avaliada. A caracterização morfológica das fibras indica que o tratamento alcalino foi eficaz na remoção de impurezas e tiloses. Os resultados mecânicos indicaram que a rigidez dos compósitos aumenta discretamente com a presença da fibra não sendo significativamente influenciada pelo seu teor e tratamento alcalino. Quanto à cinética de sorção de água compósitos com maiores teores de fibra apresentaram um maior percentual de absorção, tendo o tratamento alcalino reduzido essa característica. A morfologia dos sistemas revelou a impregnação da fibra pela matriz, indicando maior afinidade quando aplicado o tratamento alcalino, mas ainda sendo observada uma fraca interface.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JOSE FRANCISCO DOS REIS SOBRINHO - IFPI
Interno - 1167321 - MARIA RITA DE MORAIS CHAVES SANTOS
Presidente - 1720808 - RENATA BARBOSA
Externo ao Programa - 1331130 - TATIANNY SOARES ALVES
Notícia cadastrada em: 03/04/2013 20:26
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 02/02/2023 08:00