Notícias

Banca de DEFESA: ARMYSTRON G FERREIRA ARAUJO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ARMYSTRON G FERREIRA ARAUJO
DATA: 27/11/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Banca Remota via Webconferência
TÍTULO: Projeto, nitretação e análise de performance de ferramentas de corte de aço AISI M2 aplicadas em corte por conformação na produção de pregos
PALAVRAS-CHAVES: Ferramenta de corte, nitretação a plasma, AISI M2
PÁGINAS: 112
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Instalações e Equipamentos Metalúrgicos
ESPECIALIDADE: Equipamentos Metalúrgicos
RESUMO:

Muitos trabalhos publicados relatam o uso de nitretação a plasma aplicada em diversos materiais, com a finalidade de se aumentar a resistência ao desgaste, corrosão e propriedades tribológicas. Porém, em uma prospecção científica feita nesse trabalho, constatou-se que poucos, ou nenhum, são os trabalhos que mostram resultados de nitretação a plasma aplicadas em ferramentas de corte por conformação com análise de desempenho. Nesse trabalho é apresentado os resultados dos melhores parâmetros de nitretação do aço AISI M2 e  análise de desempenho das ferramentas nitretatadas. Esse trabalho está dividido em três artigos: o primeiro trata da revisão bibliográfica a respeito de ferramentas de corte, nitretação a plasma e aço AISI M2; o segundo relata a análise do melhor parâmetro de nitretação a plasma do aço AISI M2 e aplicação em um modelo de ferramenta de corte fornecida por uma indústria regional; e no terceiro foi desenvolvido uma nova ferramenta, com menor custo, de fácil fabricação, e com redução de material e, posteriormente foram realizados os tratamentos de têmpera, revenimento e nitretação a plasma e também análise de performance em máquina de fabricar pregos. Um dos grandes problemas era determinar o parâmetro adequado de nitretação e o outro que se temia é que a camada formada após a nitretação não resistisse aos impactos do processo de corte, tendo em vista que a camada formada após a nitretação é da ordem de algumas dezenas de microns, ou seja é muito fina e em alguns casos se  formam compostos frágeis e quebradiços, como o Fe2-3N. Mas o fato é que o tratamento a plasma aplicado na ferramenta já pronta, fornecida pela indústria, possibilitou um aumento de produção em mais de 850%. Quanto à nova ferramenta, foi reduzida em mais de 14 vezes a quantidade de matéria prima necessária para sua produção e os tratamentos de têmpera e nitretação possibilitaram um ganho de produção em mais de 880 %, melhor até que no primeiro caso.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1714193 - JOSE MILTON ELIAS DE MATOS
Interno - 840.043.633-49 - LAÉCIO SANTOS CAVALCANTE - UESPI
Externo à Instituição - MAXWELL SANTANA LIBÓRIO - UFRN
Presidente - 6276167 - ROMULO RIBEIRO MAGALHÃES DE SOUSA
Externo à Instituição - THÉRCIO HENRIQUE DE CARVALHO COSTA - UFRN
Notícia cadastrada em: 13/11/2020 18:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 22/10/2021 16:44