Notícias

Banca de DEFESA: AGNELO MORAIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: AGNELO MORAIS
DATA: 31/08/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Sala Virtual
TÍTULO: Efeito da adição do rejeito de vidro na produção de argamassa cimentícia
PALAVRAS-CHAVES: pó de vidro, tamanho de partículas, argamassa, meio ambiente
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Materiais Não-Metálicos
ESPECIALIDADE: Cerâmicos
RESUMO:

O cimento é um dos materiais mais importantes para a construção civil, pois serve para a produção de argamassas e concretos utilizados diariamente nos canteiros de obra do mundo inteiro. Estudos tem se intensificado no sentido de propor formas de racionalização desse material. No processo de produção do clínquer, principal componente do cimento, por exemplo, requer o uso de combustíveis como carvão e petróleo, o que consequentemente contribui para emissão de CO2 e consequente degradação ao meio ambiente. Este estudo visa à investigação do comportamento da argamassa cimentícia com a substituição parcial do cimento por pó de vidro (partículas passantes na peneira 74 µm) nas proporções de 5%, 10%, 15%, 20% e 25%. A avaliação da argamassa no estado fresco mostrou que a mistura se torna menos plástica à medida que a proporção de vidro aumenta. Os testes mecânicos, medidos através da resistência à compressão, evidenciou que todos os traços contendo pó de vidro em sua composição apresentaram valores superiores ao da argamassa de referência, sendo a proporção de 20% o melhor deles. A pozolanicidade do material foi investigada indiretamente através do Método de Luxán e do índice de desempenho de atividade pozolânica aos 28 dias e indicaram que o pó de vidro incorporado ao material foi capaz de promover atividade pozolânica. A absorção de água mostrou uma leve queda nas argamassas com pó de vidro quando comparadas a amostra de referência. Os resultados mostraram que há viabilidade para produção de argamassas com adição de pó de vidro em até 25% de substituição, evidenciados através dos testes mecânicos, o que indicaria uma redução significativa dos impactos ambientais devido à redução da utilização do cimento e aproveitamento dos resíduos de vidro


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2112613 - VALDECI BOSCO DOS SANTOS
Interno - 1553988 - EDSON CAVALCANTI DA SILVA FILHO
Interno - 1714193 - JOSE MILTON ELIAS DE MATOS
Externo à Instituição - GILVAN MOREIRA DA PAZ - IFPI
Notícia cadastrada em: 08/09/2021 00:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 23/10/2021 10:41