Notícias

Banca de DEFESA: FELIPPE FABRÍCIO DOS SANTOS SIQUEIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FELIPPE FABRÍCIO DOS SANTOS SIQUEIRA
DATA: 25/01/2023
HORA: 15:00
LOCAL: Banca Remota
TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO FÍSICA E TECNOLÓGICA DE ESPUMA DE ORIGEM VEGETAL PARA ISOLAMENTO TÉRMICO E ABSORÇÃO SONORA NA CONSTRUÇÃO CIVIL
PALAVRAS-CHAVES: Condutividade térmica; materiais acústicos; recursos naturais; sustentabilidade ambiental; materiais de construção de baixo impacto ambiental.
PÁGINAS: 108
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Civil
SUBÁREA: Construção Civil
ESPECIALIDADE: Materiais e Componentes de Construção
RESUMO:

Explorar de novos materiais de construção com baixo impacto ambiental leva à inovação nas edificações e também à expansão do desenvolvimento sustentável na construção civil. Nesta perspectiva, foram analisados os desempenhos de isolamento térmico e de absorção sonora da espuma de Buriti (Mauritia flexuosa) para potencial aplicação em edifícios. Trata-se material é de origem vegetal, natural, renovável, abundante e de baixo impacto ambiental. Nesta pesquisa, foram feitas caracterizações por microscopia eletrônica de varredura (MEV), densidade aparente, termogravimetria (TGA e DTG), condutividade térmica e absorção sonora. A análise por MEV revelou uma morfologia de células predominantemente porosas, pequenas e fechadas na espuma vegetal. Devido à sua porosidade e leveza, o material apresenta densidade aparente semelhante a outros materiais isolantes térmicos e absorventes sonoros utilizados comercialmente. A avaliação dos resultados termogravimétricos (TGA/DTG) demonstrou estabilidade térmica em temperaturas que atestam o uso da espuma de buriti como material de construção. Com base no teste de condutividade térmica, a espuma de Buriti foi caracterizada como um material isolante comparável aos materiais isolantes térmicos convencionais e na mesma faixa dos outros isolantes térmicos de origem vegetal existentes. Com relação à absorção sonora, a espuma do Buriti apresentou baixo desempenho na faixa de frequência analisada, atribuído principalmente à ausência de porosidade aberta no material. Portanto, entender os mecanismos de absorção sonora da espuma de buriti requer mais estudos explorando formas adicionais de processamento do material.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CAIO FREDERICO E SILVA - UnB
Externo à Instituição - JOSE LAMARTINE SOARES SOBRINHO - UFPE
Interno - 1714193 - JOSE MILTON ELIAS DE MATOS
Presidente - 1512631 - LIVIO CESAR CUNHA NUNES
Externo à Instituição - LUCAS ROSSE CALDAS - UFRJ
Externo à Instituição - PAULO HENRIQUE MAREZE - UFSM
Notícia cadastrada em: 22/12/2022 17:52
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 15/06/2024 20:20