Notícias

Banca de DEFESA: LUCIANE NORBERTO MENEZES DE ARAÚJO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCIANE NORBERTO MENEZES DE ARAÚJO
DATA: 28/09/2023
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do PPG em Ciência e Engenharia dos Materiais
TÍTULO: OBTENÇÃO DE CRISTAIS DE ZnWO4 E NiWO4 VIA PROCESSAMENTO POR PLASMA TÉRMICO, PROPRIEDADES FOTO-, SONO, SONOFOTOCATALÍTICAS E SUPERCAPACITORAS
PALAVRAS-CHAVES: Síntese por coprecipitação, Plasma térmico, Nanocristais, Refinamento Rietveld, ZnWO4 e NiWO4
PÁGINAS: 122
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Materiais Não-Metálicos
ESPECIALIDADE: Cerâmicos
RESUMO:

A crescente corrida tecnológica das últimas década tem gerado diversas consequências ao meio ambiente. Como resultado, a fim de sanar problemas como poluição em águas residuais e a busca por sistemas alternativos para armazenamento de energia, os materiais cerâmicos vêm ganhando destaque, tais como o tungstato de zinco (ZnWO4) e tungstato de níquel (NiWO4), devido às suas propriedades químicas, físicas, estruturais e suas potenciais aplicações em diferentes campos da ciência e tecnologia, tais como catálise e eletrônica. Para a obtenção sintética desses materiais, diversas rotas de síntese e processamento são reportadas na literatura, porém, o plasma térmico (PT) ainda não foi difundido como via de processamento rápido para estes materiais. Tendo em vista a grande ascensão da tecnologia do plasma, sua viabilidade como processamento de diferentes tipos de materiais e diversas vantagens como um processo simples, não poluente, que permite economia de tempo e alta eficiência. Nesta tese de doutorado, propõe a utilização do PT de corrente contínua (DC) como rota alternativa para o rápido processamento de amostras amorfas dos coprecipitados dos materiais de partida para a obtenção de cristais de ZnWO4 e NiWO4. Neste trabalho, os ambos os cristais de ZnWO4 e NiWO4 foram obtidos por meio de PT DC a 600 ºC por 1 h e os mesmos apresentam uma estrutura monoclínica do tipo wolframita, com grupo espacial (P2/c) e morfologia esférica confirmadas pelas caracterizações de DRX e refinamento Rietveld, espectros micro Raman/infravermelho por transformada de Fourier, imagens de microscopia eletrônica de varredura por emissão de campo (FESEM), além de apresentarem excelentes resultados de aumento de propriedades ópticas e eletroquímicas, respectivamente. Nas amostras dos nanocristais de ZnWO4 processada por PT foi possível a degradação de 98% do corante rodamina 6G (Rh6G) após 80 min em ensaio de sonofotocatálise (SFC). Enquanto, os nanocristais de NiWO4 processada por PT obteve-se um valor de capacitância específica de 351,26 Fg-1. Portanto, estes resultados demonstram que a tecnologia de PT é promissora para processos envolvendo a rápida organização da estrutura desta classe de materiais óxidos que outros métodos já reportados na literatura em temperatura e tempos superiores.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - AMANDA FERNANDES GOUVEIA - UJI
Interno - 1780191 - FRANCISCO ERONI PAZ DOS SANTOS
Presidente - 840.043.633-49 - LAÉCIO SANTOS CAVALCANTE - UESPI
Interno - 1229211 - MARCOS GUILHERME CARVALHO BRAULIO BARBOSA
Interno - 6276167 - ROMULO RIBEIRO MAGALHÃES DE SOUSA
Externo à Instituição - THÉRCIO HENRIQUE DE CARVALHO COSTA - UFRN
Notícia cadastrada em: 06/09/2023 09:22
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 14/06/2024 18:17