Projetos de Pesquisa e Extensão

PROJETOS DE PESQUISA

 

2017 - Atual

Entre o rural e o urbano: memória, casa, parentesco e territorialidades entre famílias de ocupações em Teresina-PI

Descrição: Partindo de desdobramentos de pesquisas etnográficas que realizei com os movimentos de luta por moradia em São Paulo, a pesquisa aqui proposta pretende aprofundar algumas questões analíticas e propor novas abordagens sobre famílias de ocupações de terras urbanas organizadas por movimentos sociais em Teresina-PI. Essas famílias circulam intensamente e acompanhar os sentidos de família e casa, bem como suas configurações e redes concretas, poderá permitir uma problematização sobre como essas diferentes territorialidades adquirem corpo e sentido no contexto das ocupações. As territorialidades assim produzidas não são isoladas ou ensimesmadas, mas perpassadas por múltiplas relações, não correspondendo a uma delimitação física e geográfica, tendo seus limites ampliados, reduzidos e continuamente ressignificados. Assim, a partir de trabalho de campo e das memórias dessas famílias, pretende-se analisar ? sincrônica e diacronicamente ? a produção dessas territorialidades a fim de problematizar a dicotomia rural-urbano, bem como compreender como as ocupações são linguagens políticas que têm nas suas famílias um apoio fundamental.. 
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. 

Integrantes: Carlos Roberto Filadelfo de Aquino - Coordenador.

 

===============

 

2018 - Atual

Política, conflitos sociais e segmentaridades em Teresina-PI

Descrição: O projeto propõe uma pesquisa de amplo escopo de caráter etnográfico e bibliográfico sobre questões em torno de política, conflitos sociais e segmentaridades na cidade de Teresina-PI, articulando duas pesquisas paralelas: "Organização sociopolítica afro-brasileira e o poder público: segmentaridades e os capoeiristas da cidade de Teresina-PI" e "Entre o rural e o urbano: memória, casa, parentesco e territorialidades entre famílias de ocupações em Teresina-PI". As duas pesquisas se inserem na sub-área de Antropologia Política e tem eixos de problematizações analíticas convergentes como: 1) A ampliação do entendimento de domínios classificados como políticos; 2) Propostas de pesquisas etnográficas sobre conflitos sociais ocorridos na cidade de Teresina-PI; 3) Uma compreensão de que os processos políticos envolvem uma complexidade que não pode ser enquadrada apenas em binarismos opondo os poderes públicos e segmentos a ele externos, mas, ao contrário, permeados por uma teia de relações multifacetada de redes de alianças e conflitos levando a contínuas formações e dissoluções de inúmeros segmentos sociais e políticos.. 
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. 

Integrantes: Carlos Roberto Filadelfo de Aquino - Integrante / Celso de Brito - Coordenador.

 

===============

 

2018 - Atual

MAPEAMENTO SOCIAL DOS INDÍGENAS NA UFPI

Descrição: O projeto Mapeamento Social dos Indígenas na UFPI visa capacitar alunos da graduação em Ciências Sociais, caracterizados por vulnerabilidade social e econômica, para trabalhar com populações indígenas. A proposta tem a relevância de capacitar para uma esfera de atuação profissional bastante significativa para a área, especialmente para a Antropologia. Os discentes receberão da supervisora do projeto os conhecimentos necessários para alcançar a finalidade da proposta e desenvolver todas as ações previstas no plano de trabalho indicado posteriormente.. 
Situação: Em andamento; Natureza: Outra. 
Alunos envolvidos: Graduação: (1). Luana Escocio Abreu - Aluna do curso de Direito

Integrantes: Carmen Lúcia Silva Lima - Coordenador.
Financiador(es): Bolsa de Incentivo a Atividades Socioculturais e Esportiva - BIASE - Bolsa.

 

===============

 

2018 - Atual

Organização sociopolítica afro-brasileira e o poder público: segmentaridades e os capoeiristas da cidade de Teresina-PI

Descrição: A partir de trabalho etnográfico, o presente projeto de pesquisa objetiva analisar a organização sociopolítica de uma manifestação da cultura afro-brasileira, denominada Capoeira, na Cidade de Teresina-PI, e suas relações com a esfera formal da política, especificamente no que concerne à elaboração de políticas municipais voltadas a esse segmento social. Levantamos a hipótese de que há mecanismos de estabelecimento de alianças e conflitos constantes tanto entre o Estado e os capoeiristas, como entre os diferentes segmentos dos capoeiristas. Tais segmentos apresentariam práticas sociopolíticas orientadas por valores distintos: o estado associado à 'igualdade" e "liberdade" do "individualismo moderno? e os distintos segmentos dos capoeiristas associados à cosmologias específicas inseridas numa "lógica hierárquica?.. 
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. 
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) . 

Integrantes: Celso de Brito - Coordenador / Childer Pererira - Integrante / Matheus do Monte Marques - Integrante / Marcia Gomes da Silva - Integrante / Joana Victoria Rocha de Sousa - Integrante / Wanderson Carlos Lima da Silva - Integrante.
Número de orientações: 3

 

===============

 

2018 - Atual

Política, conflitos sociais e segmentaridades em Teresina-PI

Descrição: O projeto propõe uma pesquisa de amplo escopo de caráter etnográfico e bibliográfico sobre questões em torno de política, conflitos sociais e segmentaridades na cidade de Teresina-PI, articulando duas pesquisas paralelas: ?Organização sociopolítica afro-brasileira e o poder público: segmentaridades e os capoeiristas da cidade de Teresina-PI? e ?Entre o rural e o urbano: memória, casa, parentesco e territorialidades entre famílias de ocupações em Teresina-PI?. As duas pesquisas se inserem na sub-área de Antropologia Política e tem eixos de problematizações analíticas convergentes como: 1) A ampliação do entendimento de domínios classificados como políticos; 2) Propostas de pesquisas etnográficas sobre conflitos sociais ocorridos na cidade de Teresina-PI; 3) Uma compreensão de que os processos políticos envolvem uma complexidade que não pode ser enquadrada apenas em binarismos opondo os poderes públicos e segmentos a ele externos, mas, ao contrário, permeados por uma teia de relações multifacetada de redes de alianças e conflitos levando a contínuas formações e dissoluções de inúmeros segmentos sociais e políticos. 
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. 
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) . 

Integrantes: Celso de Brito - Coordenador / Carlos Roberto de Aquino Filadelfo - Integrante / / Childer Pereira - Integrante / Matheus do Monte Marques - Integrante / Marcia Gomes da Silva - Integrante / Joana Victoria Rocha de Sousa - Integrante / Wanderson Carlos Lima da Silva - Integrante.

Número de orientações: 1

 

===============

 

2018 - Atual

Mineração em Terras Indígenas no debate legislativo brasileiro: a ofensiva conservadora na Câmara dos Deputados

Descrição: Este projeto pretende discutir como se dá o debate sobre mineração em Terras Indígenas na Câmara dos Deputados, analisando os discursos sobre a questão pronunciados em plenário e comissões afetas ao tema, no período de fevereiro de 1991 até janeiro de 2018. Ele se ancora, portanto, em um estudo exploratório, com acompanhamento de longo prazo, que busca identificar os principais atores políticos envolvidos e as linhas gerais em que se desenvolveu a discussão parlamentar sobre o tema, nas legislaturas eleitas sob a vigência da Constituição democrática de 1988.. 
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. 

Integrantes: Marcia Leila de Castro Pereira - Coordenador.

 

===============

 

2016 - Atual

?Vamos falar de Racismo ambiental?": Injustiças sociais e ambientais que recaem sobre grupos em situação de vulnerabilidade no Estado do Piauí.

Descrição: O projeto busca esclarecer o que é racismo ambiental, um objeto de estudo crítico das Ciências Sociais, por excelência, que examina os conflitos socioambientais a partir da perspectiva da desigualdade e na defesa das populações vulnerabilizadas e invisibilizadas do Estado do Piauí. Visa, além disso, oferecer um espaço de reflexão, produção científica, criação e formação dos alunos de ciências sociais da Universidade Federal do Piauí, para tratar do aspecto socioambiental a fim de fomentar a discussão e atentar para as maneiras pelas quais se dão as relações assimétricas entre os atores envolvidos. 
Situação: Em andamento; Natureza: Outra. 
Alunos envolvidos: Graduação: (9). 

Integrantes: Marcia Leila de Castro Pereira - Coordenador.

 

===============

 

2018 - Atual

Educação e diversidade na escola: reflexões acerca do reconhecimento e valorização da diversidade no espaço educativo.

Descrição: O presente projeto surge da necessidade de se promover uma reflexão sobre os processos de reconhecimento e valorização da diversidade étnicorracial no campo da educação escolar, haja vista a crescente demanda dos movimentos sociais e grupos organizados pelo reconhecimento de suas identidades. Além destas questões relacionadas as demandas por reconhecimento, temos ainda uma crescente onda de preconceito e discriminação contra ?o diferente? que vem se alastrando em nosso país e em nossa cidade. É, portanto, tomando como base esta realidade acima mencionada, que pretende-se refletir sobre as teorias de reconhecimento, tendo como suporte, Charles Taylor (1994), Nancy Fraser (2003), Axel Honneth (2003), entre outros autores que vem trabalhando com essa temática, para que possamos a luz destas teorias, analisar os avanços, limites, desafios e possibilidades das políticas de reconhecimento da diversidade que vem sendo desenvolvidas pelos governos federal, estadual e municipal no campo da educação com vistas a promover o reconhecimento e a valorização da diversidade presente no contexto educativo, para em seguida analisar sua efetividade prática. Esta é uma pesquisa de cunho exploratória e será realizado nos municípios de Floriano, Teresina e Valencia do Piauí. Ainda é válido ressaltar que o presente projeto, faz parte das ações do GPADIE? Grupo de Estudo e Pesquisa em Antropologia, Diversidade, Interculturalidade e Educação, vinculado ao Programa de Pós-graduação em Antropologia -PPGAnt/UFPI.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. 
Alunos envolvidos: Graduação: (1), Arthur Veras Lima.

Integrantes: Raimundo Nonato Ferreira do Nascimento - Coordenador / Marcus Vinicius Martins Barbosa - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.

 

 


PROJETOS DE EXTENSÃO

  

2018 - Atual

 

CARTOGRAFIA DOS POVOS E COMUNIDADES DA CAATINGA E DO CERRAD0

 

Descrição: O projeto tem o objetivo de realizar a cartografia social dos povos e comunidades tradicionais localizadas na caatinga e cerrados piauiense. A partir do estudo das situações vivenciadas pelas coletividades localizadas neste espaço, pretende-se considerar a viabilidade do conhecimento tradicional para preservação e defesa do meio ambiente. Será registrada por meio da auto cartografia a compreensão que possuem sobre o espaço físico e social em que vivem. Identificaremos e evidenciaremos através da produção de mapas as potencialidades, os problemas e recomendações voltadas ao bem viver e a preservação ambiental.. 
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão. 

Integrantes: Carmen Lúcia Silva Lima - Coordenador / raimundo nonato ferreira do nascimento - Integrante / Marcia Leila de Castro Pereira - Integrante.

  

 ===============

   

2018 - Atual

 

Capoeira Angola: uma práxis afro-brasileira

 

Descrição: Trata-se de um projeto inserido no Programa de Incentivos à Permanência de estudantes em vulnerabilidade socioecoômica da UFPI (Bolsa de Incentivo as Atividades Socioculturais e Esportivas ? BIASE). Buscamos introduzir na Universidade a dinâmica desenvolvida tradicionalmente pelos mestres de Capoeira Angola e que se caracteriza pela ludicidade e pela reflexão sobre questões sociais e políticas associadas às práticas da cultura afro-brasileira, sobretudo à Capoeira Angola. Através de performances corporais e musicais, exposições de filmes e debates teóricos, objetivamos criar espaços de entretenimento, mas também de reflexão sobre questões associadas ao racismo, discriminação e desigualdade.. 
Situação: Em andamento; Natureza: Outra. 
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) . 

Integrantes: Celso de Brito - Coordenador / Matheus do Monte Marques - Integrante / Childer Nataniel Pereira Silva - Integrante / Suély Karine Rodrigues Lima - Integrante / João Ian Correia Silva Lima - Integrante.


SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 15/12/2019 09:31