Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ARMYSTRON G FERREIRA ARAUJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ARMYSTRON G FERREIRA ARAUJO
DATA: 29/05/2015
HORA: 16:00
LOCAL: Auditório de Ciência dos Materiais
TÍTULO:

ANÁLISE DOS PARÂMETROS DE NITRETAÇÃO IÔNICA APLICADOS A FERRAMENTAS DE CORTE DE AÇO RÁPIDO M2


PALAVRAS-CHAVES:

Nitretação; Ferramenta de corte; Aço m2.


PÁGINAS: 27
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Instalações e Equipamentos Metalúrgicos
ESPECIALIDADE: Equipamentos Metalúrgicos
RESUMO:

Os processos de fabricação e conformação mecânica, em sua maioria, utilizam ferramentas para cortar, dobrar, forjar, estampar e etc. Quando em trabalho, essas ferramentas são solicitadas a impactos, abrasão, fadiga e podem sofrer trincas, lascamentos e desgastes da aresta cortante, inutilizando dessa forma a ferramenta. Um exemplo desse tipo de ferramenta são as produzidas de Aço Rápido para a fabricação de pregos. Existe tratamentos termoquímicos que melhoram as propriedades dessas ferramentas, aumentando sua resistência mecânica, como a nitretação a plasma. Esse tratamento consiste na aplicação de uma descarga elétrica em um gás, ionizando e fazendo-o reagir com o substrato (peça). Essa reação produz compostos de elevada dureza e resistência ao desgaste na peça.  Esse trabalho tem por objetivo analisar o melhor parâmetro de nitretação a plasma para ferramentas fabricadas de aço rápido m2. Para tanto, previamente amostras desse aço foram lixadas, polidas, limpadas em ultrassom e nitretadas em diferentes temperaturas (400, 450 e 500 °C). A microdureza antes e após o tratamento foi quantificado através de ensaio padrão Vickers, mostrando um aumento de 404, 324, e 312 % de microdureza para nitretação nas temperaturas de 400, 450 e 500 °C, respectivamente. Análise de microscopia óptica mostrou a formação e morfologia da camada de nitretos, conformando a formação de camada. O Ensaio de DRX (difratograma de raio-x) revelou as fases presentes na camada. Um conjunto de 03 pares de ferramentas do mesmo aço, temperadas e revenidas, foram nitretadas nas mesmas condições e aferidas as microdurezas. O aumento de microdureza foi de 83, 72 e 69 %, respectivamente às temperaturas de 400, 450 e 500 °C. Essas ferramentas foram, utilizadas em uma máquina de fabricar pregos de construção civil e quantificado a produção de cada par e comparado com a produção das ferramentas sem tratamento por plasma. Houve um aumento de tantos por cento na microdureza, indicando dessa forma a viabilidade de se usar o tratamento de nitretação a plasma para ferramentas de corte de aço rápido m2.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1570906 - BARTOLOMEU CRUZ VIANA NETO
Interno - 2056226 - CLEÂNIO DA LUZ LIMA
Interno - 1548848 - EDUARDO COSTA GIRAO
Interno - 1714193 - JOSE MILTON ELIAS DE MATOS
Presidente - 215.141.604-63 - ROMULO RIBEIRO MAGALHÃES DE SOUSA - IFPI
Notícia cadastrada em: 23/05/2015 15:08
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 25/10/2021 03:25