Notícias

Banca de DEFESA: JULIENNE CAVALCANTE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JULIENNE CAVALCANTE
DATA: 02/07/2018
HORA: 08:30
LOCAL: CENTRO DE TECNOLOGIA – Sala de Vídeo Conferência
TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE COMPÓSITOS EPÓXI/CORTIÇA PARA APLICAÇÃO NÃO-ESTRUTURAL NA CONSTRUÇÃO CIVIL
PALAVRAS-CHAVES: Hand lay-up, carga vegetal, resina termofixa, tratamento alcalino
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Materiais Não-Metálicos
ESPECIALIDADE: Materiais Conjugados Não-Metálicos
RESUMO:

Materiais compósitos são uma alternativa para diversas aplicações no ramo da construção civil, devido a sua baixa densidade, boas propriedades mecânicas e formas de processamentos similares aos materiais poliméricos. O presente trabalho teve como objetivo a obtenção e caracterização de compósitos poliméricos produzidos a base de resina epóxi utilizando 10% e 12% de cortiça em pó com e sem tratamento alcalino para aplicação não estrutural. Os compósitos foram preparados por meio de Hand lay-up e caracterizados por ensaios mecânicos de resistência à flexão e resistência ao impacto, inflamabilidade, molhabilidade e morfologia por meio de microscopia eletrônica de varredura (MEV) e microscopia óptica (MO). A quantidade de cortiça, o tratamento químico alcalino realizado na cortiça, a interação entre matriz/carga influenciou diretamente às propriedades mecânicas dos compósitos, diminuindo a sua ductilidade. A partir das imagens de (MEV) e (MO) foi observada a presença de defeitos devido à baixa interação dos componentes. Os resultados do ângulo de contato permitiram conhecer o caráter da superfície do material e que os compósitos com a cortiça tratada quimicamente adquiriram um caráter hidrofóbico. Verificou-se também que ao adicionar cortiça in natura ocorreu um aumento na velocidade de queima do material. Dessa forma, com base nos valores encontrados das propriedades mecânicas e no estudo da superfície do material o uso dos compósitos com resina epóxi pode ser uma boa alternativa na construção civil, por exemplo, em paredes secas (drywall).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1720808 - RENATA BARBOSA
Interno - 1331130 - TATIANNY SOARES ALVES
Externo à Instituição - JOYCE BATISTA AZEVEDO - UFRB
Notícia cadastrada em: 25/06/2018 21:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 30/11/2020 16:46