Notícias

Banca de DEFESA: LEUDIMAR AIRES PEREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LEUDIMAR AIRES PEREIRA
DATA: 31/07/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Auditorio do PPGCM
TÍTULO: PROPRIEDADES BIOLÓGICAS DE DERIVADOS DE QUITOSANA ASSOCIADA AO FÁRMACO CEFTAZIDIMA
PALAVRAS-CHAVES: Biocompatibilidade, hemólise, quitosana modificada.
PÁGINAS: 138
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Materiais Não-Metálicos
ESPECIALIDADE: Polímeros, Aplicações
RESUMO:

A quitosana é um polímero natural, microcristalino, obtido da desacetilação da quitina. Tornou-se promissora como biomaterial por sua natureza biocompatível, biodegradável, baixa toxicidade, não alergênica e por sua versatilidade de ser moldado em formas de filmes, nanopartículas, gel, flocos e pó. A introdução de grupos amina em sua estrutura por síntese química pode melhorar suas características biológicas. Para o desenvolvimento dessa pesquisa, primeiramente foram investigados trabalhos realizados com bases aminas e outros agentes químicos utilizados em sínteses de novos derivados de quitosana e suas aplicações na área farmacêutica e tratameto gástrico, através de um estudo prospectivo. As modificações na estrutura da quitosana foi realizado por diferentes compostos químicos com a finalidade principal de melhorar a permeabilidade e mucoadesão, visando aplicação como carreamento em sistema de liberação controlado. Porém, não foi encontro artigo sobre quitosana modificada com base amina no tratamento gástrico.  Para avaliar as propriedades biológicas, foi realizada síntese na quitosana com acetilacetona (Qac), em seguida Qac com etilenodiamina (Qacen), Qac com dietilenotriamina (Qacdien) e a incorporação do fármaco ceftazidima (F) aos derivados. A modificação química foi comprovada através das técnicas de caracterização: Análise Elementar, DRX, FTIR e TG/DTG/DSC. A biocompatibilidade dos derivados foram confirmadas pela baixa taxa hemolítica (< 5%) em ensaio in vitro, pela não toxicidade no ensaio in vivosobre Artemia salina (DL50% > 3.000 ppm), pelo índice antioxidante significativo em ensaio in vitro. Os resultados qualificamos derivados de quitosana como promissores biomateriais para aplicação na área da saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1553988 - EDSON CAVALCANTI DA SILVA FILHO
Interno - 1722880 - JOSY ANTEVELI OSAJIMA FURTINI
Externo ao Programa - 2157495 - ANDERSON NOGUEIRA MENDES
Externo ao Programa - 1568718 - MARIA REGIANE ARAUJO SOARES
Notícia cadastrada em: 11/08/2018 09:26
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 04/12/2020 20:13