Notícias

Banca de DEFESA: EDIVALDO FEITOSA PEREIRA FILHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDIVALDO FEITOSA PEREIRA FILHO
DATA: 20/02/2020
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório do Programa de Pos-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais
TÍTULO: DEPOSIÇÃO DE ÓXIDOS E NITRETO DE TITÂNIO POR PLASMA COM GAIOLA CATÓDICA SOBRE O AÇO INOXIDÁVEL AISI 304 PARA UTILIZAÇÃO EM PRÓTESES NA RECONSTRUÇÃO DA ARTICULAÇÃO TEMPOROMANDIBULAR
PALAVRAS-CHAVES: Prótese de ATM; Nitretação a Plasma Aço Inoxidável 304 e Titânio
PÁGINAS: 66
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Metalurgia de Transformação
ESPECIALIDADE: Tratamentos Térmicos, Mecânicos e Químicos
RESUMO:

A articulação temporomandibular (ATM) liga o maxilar ao crânio, sendo considerada uma articulação de alta complexidade. Em que, é indicada para a reconstrução total ou parcial da ATM, a utilização de materiais aloplásticos (material que possui a capacidade de ser introduzido dentro de um organismo vivo, tomando sua forma e moldando parte dele) e que apesar de ser feito de um outro material, consegue se comportar de maneira semelhante ao próprio tecido vivo do corpo humano, possuindo uma excelente compatibilidade. Entre os biomateriais mais comuns para esta finalidade, utilizam-se: ligas Cobalto (Co-Cr), Titânio e Aço inoxidável. Dentre estes, o aço inoxidável pode tornar-se uma escolha de material inteligente, já que é mais econômica para a produção dos implantes. Contudo, para um elevado desempenho se faz necessário realizar modificações superficiais neste material para adequá-lo ao uso em próteses de ATM. Assim, este trabalho tem por objetivo realizar o tratamento superficial por meio da deposição de filmes de nitreto de titânio sobre a superfície do aço inoxidável austenítico 304 com o objetivo de avaliar as melhores condições de tratamento para aplicação na fabricação de próteses de articulação emporomandibular (ATM). Assim, foram realizadas diferentes condições de deposição de nitreto de titânio utilizando gaiola catódica, variando as temperaturas de tratamento (300, 350 e 400°C) via plasma. As amostras foram analisadas e caracterizadas utilizando-se a microdureza Vickers (HV), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e Espectroscopia de Energia Dispersiva (EDS). Os resultados indicaram que o maior valor de dureza foi obtido para a amostra tratada a 400°C (363,68 HV), quando comparada a amostra padrão sem tratamento (219,7HV) e amostras tratadas com 300 e 350°C, obtendo valores em torno de (225,4 e 291,5HV), respectivamente. A maior espessura de filme depositado foi obtida também para a amostra tratada à temperatura de 400ºC (6,739 μm). Logo, as análises realizadas no presente trabalho confirmaram que a deposição de nitreto de titânio, a microdureza Vickers e a espessura do filme formado foram proporcionais ao aumento da temperatura de tratamento. Assim como também indicaram que as propriedades destas, foram diretamente influenciadas pelas condições de tratamento aos quais as mesmas foram submetidas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2337411 - RAFAELA LUIZ PEREIRA SANTOS
Interno - 1397472 - ANDERSON DE OLIVEIRA LOBO
Interno - 6276167 - ROMULO RIBEIRO MAGALHÃES DE SOUSA
Externo à Instituição - EDILSON MARINHO DA SILVA JUNIOR - IFMA
Externo à Instituição - HAROLDO REIS ALVES DE MACÊDO - IFPI
Notícia cadastrada em: 19/02/2020 18:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 30/11/2020 14:30