Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCAS RAFAEL CARNEIRO DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCAS RAFAEL CARNEIRO DA SILVA
DATA: 21/09/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Banca Remota via Webconferência
TÍTULO: DESENVOLVIMENTO DE FILMES À BASE DE POLI (ÁCIDO LÁCTICO) E ARGILA ORGANOFÍLICA COM A INCORPORAÇÃO DE ÓLEO ESSENCIAL DE ORÉGANO PARA EMBALAGEM DE ALIMENTOS
PALAVRAS-CHAVES: Embalagem de Alimentos. Nanocompósitos. Óleo Essencial de Orégano.
PÁGINAS: 35
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia de Materiais e Metalúrgica
SUBÁREA: Materiais Não-Metálicos
ESPECIALIDADE: Materiais Conjugados Não-Metálicos
RESUMO:

Os polímeros obtidos a partir de recursos renováveis despertaram um interesse crescente nos últimos anos em razão, principalmente, de questões ambientais, sendo o Poli (Ácido Láctico) (PLA) considerado o polímero mais promissor para diversas aplicações. No entanto, os filmes desenvolvidos à base apenas de PLA dispõem de muitas limitações, como a baixa barreira a gases, ductilidade, tenacidade e a ausência de atividade contra os microrganismos (bactérias e fungos), e para superara-las à incorporação de argila na matriz tem se mostrado eficiente, bem como, de óleos essenciais. Em especial, a argila organofílica comercial Cloisite 30B (C30B) tem sido bastante utilizada nos trabalhos científicos para melhorar as propriedades de matrizes biodegradáveis, como a de PLA, Poli(ε-Caprolactona) (PCL) e Polihidroxibutirato (PHB) e, particularmente, o desenvolvimento de filmes antimicrobianos com a incorporação de Óleo Essencial de Orégano (OEO) têm atraído grande atenção da indústria alimentícia. Diante do exposto, neste trabalho foram desenvolvidos, via moldagem por compressão, filmes de PLA Puro, PLA/C30B (2, 4 e 6 % de argila) e PLA/C30B/OEO (2, 4 e 6 % de argila e óleo essencial) e, posteriormente, caracterizados por: avaliação visual, espessura, teor de umidade, microscopia óptica, FTIR, TG e barreira à luz visível (transmitância). A análise por avaliação visual, de modo geral, indicou que os filmes mostraram um bom acabamento superficial, e através da espessura média dos filmes foi observada uma variação entre 0,15–0,19 mm e que com a incorporação de OEO aos filmes de nanocompósitos ocorreu uma maior redução de espessura em comparação a incorporação de C30B. O teor de umidade sofreu um aumento com a incorporação de C30B e OEO. As micrografias ópticas indicaram uma morfologia com uma boa distribuição de partículas de argila na matriz, no entanto, o efeito da incorporação de OEO aos filmes não ficou evidente por meio dessa caracterização microscópica. Por FTIR foi confirmada a incorporação de OEO aos filmes de nanocompósitos. As curvas TG indicaram que a incorporação de C30B e OEO não influenciou significativamente a estabilidade térmica dos filmes e após o processamento mais de 70 % de OEO ficou retido nos filmes. A transparência dos filmes de nanocompósitos aumentou com a incorporação de OEO, enquanto os filmes com a argila C30B apresentaram uma maior opacidade. A combinação entre a argila C30B e o OEO na matriz de PLA para aplicação em embalagem de alimentos é uma proposta promissora, entretanto, outras análises devem ser realizadas para uma melhor compreensão do desempenho dos filmes.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - AMANDA DANTAS DE OLIVEIRA - UFPel
Interno - 2337411 - RAFAELA LUIZ PEREIRA SANTOS
Presidente - 1720808 - RENATA BARBOSA
Interno - 1331130 - TATIANNY SOARES ALVES
Notícia cadastrada em: 10/09/2020 16:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 23/11/2020 16:26