Notícias

Banca de DEFESA: FRANCISCO VICTOR COSTA MARINHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCO VICTOR COSTA MARINHO
DATA: 09/03/2017
HORA: 14:30
LOCAL: Sala de Reuniões/CMRV
TÍTULO: A VARIAÇÃO GENÉTICA SLC6A3 INTRON 8 VNTR TEM ASSOCIAÇÃO COM ASSIMETRIA DO CÓRTEX PRÉ-FRONTAL DORSOLATERAL E A ESTIMATIVA DE INTERVALOS DE TEMPO
PALAVRAS-CHAVES: Estimativa do tempo, SLC6A3, Dopamina, Assimetria, Banda alfa, Córtex pré-frontal.
PÁGINAS: 68
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Investigações eletrofisiológicas e genotípicas em relação à função cerebral são fortemente influenciadas pela arquitetura genética. Dessa forma, o objetivo deste estudo foi investigar como as variações genéticas funcionais SLC6A3 3’-UTR VNTR e SLC6A3 Intron 8 VNTR influenciam a assimetria na área frontal durante a temporização e o desempenho em tarefas de estimativa do tempo. Material e métodos: Cento e sete homens destros (18-32 anos) participaram do experimento. As variações genéticas relacionadas a atividade do transportador de dopamina (tais como SLC6A3 3’-UTR VNTR e SLC6A3 Intron 8 VNTR) foram associadas ao desempenho em tarefa de estimativa do tempo na faixa de supra segundos (intervalos de tempo com duração de 1s, 4s, 7s e 9s). Concomitante a análise da percepção do tempo foi verificado o padrão assimétrico de predominância cortical em função da capacidade perceptiva dos participantes, por meio da assimetria das oscilações da banda alfa no córtex pré-frontal. Foi encontrado efeito de subestimação e superestimação entre a variação SLC6A3 Intron 8 VNTR e os intervalos de tempo de 1 e 9 segundos (p<0,001), além de associação da mesma variação com a assimetria da banda alfa correspondente ao córtex pré-frontal dorsolateral, como maior ativação a esquerda (p<0,001). Conclusão: Os achados do presente estudo indicam que variantes genéticas do transportador de dopamina podem modular as oscilações da assimetria da banda alfa no córtex pré-frontal dorsolateral durante a interpretação dos intervalos de tempo em nível de supra segundos. Desse modo, o presente estudo sustenta a influência genética na capacidade perceptiva, devido a presumível flutuação dopaminérgica em função dos genótipos da variação SLC6A3 Intron VNTR.

 

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1551921 - GIOVANNY REBOUCAS PINTO
Externo à Instituição - JULIANA BITTENCOURT MARQUES - UFRJ
Presidente - 2092495 - SILMAR SILVA TEIXEIRA
Externo ao Programa - 1761994 - VICTOR HUGO DO VALE BASTOS
Notícia cadastrada em: 08/03/2017 09:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 06/03/2021 02:51