Notícias

Banca de DEFESA: MARCIA LUANA GOMES PERFEITO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCIA LUANA GOMES PERFEITO
DATA: 24/03/2017
HORA: 16:30
LOCAL: Sala de Aula/ CMRV
TÍTULO: EXTRAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO DE FLAVONOIDES DAS FOLHAS Pilocarpus Microphyllus STAPF EX. WARDEWORTH E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIOXIDANTE E PERFIL NEUROPROTETOR
PALAVRAS-CHAVES: Flavonoides. Pilocarpus microphyllus. Antioxidante. Dor neuropática periférica.
PÁGINAS: 148
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Os flavonoides compreendem um grupo de metabólitos secundários de grande diversidade estrutural, cujas propriedades terapêuticas têm ganhado grande interesse nas últimas décadas. O jaborandi (Pilocarpus microphyllus Stapf ex Wardeworth), de utilização medicinal comprovada, é de grande importância no mercado farmacêutico, uma vez que das suas folhas são extraídas a pilocarpina utilizada no tratamento do glaucoma. Embora, alguns flavonoides tenham sido descritos no gênero Pilocarpus, não existem estudos de prospecção e identificação de flavonoides das folhas de P. microphyllus. Nesse contexto, o presente trabalho visa extrair e identificar os flavonoides das folhas do jaborandi e investigar o potencial farmacológico. A fração acetato de etila (FAcOEt) obtida a partir do extrato metanolico foram avaliadas quanto a sua atividade antioxidante por meio do ensaio de captura do radical DPPH e ABTS, além do de caracterização do perfil eletroquímico da fração para observação dos processos redox da fração. No ensaio de DPPH, a FAcOEt revelou CE50 de 0,5 mg/mL. A fração apresentou valor de TEAC de 819 µmol de trolox/g de FAcOEt. A amostra exibiu processos redox em baixos potenciais, indicando promissora atividade antioxidante. O ensaio de indução de dor neuropática por compressão do nervo ciático evidenciou, agora in vivo em camundongos, o provável efeito desta fração contra as formas reativas do oxigênio (EROs), envolvidas no processo fisiopatológico da dor neuropática, revelando atividade significativa na dose de 100 mg/kg. Os ensaios de caracterização dos constituíntes da FAcOEt por espectrofotometria UV-Vis, espectrofotometria infravermelho, CLAE, espectrometria de massas e voltametria cíclica, levantaram a hipótese sobre o composto majoritário desta fração ser a flavona crisina, cujas propriedades de solubilidade na CLAE são muito próximas à da flavona quercetina, e revelaram a presença característica deste grupo.

 

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FRANCISCO ARTUR E SILVA FILHO - UESPI
Interno - 1789383 - JEFFERSON SOARES DE OLIVEIRA
Presidente - 804.783.521-15 - JOSE ROBERTO DE SOUZA DE ALMEIDA LEITE - UnB
Notícia cadastrada em: 14/03/2017 10:40
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 06/03/2021 03:09