Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCAS EDUARDO SILVA OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCAS EDUARDO SILVA OLIVEIRA
DATA: 06/06/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Sala do Mestrado
TÍTULO: AVALIAÇÃO DO EFEITO DE PROTEÍNAS DO LÁTEX DE Plumeria pudica (JACQ., 1760) NA PERIODONTITE INDUZIDA POR LIGADURA EM RATOS
PALAVRAS-CHAVES: Proteínas laticíferas, Inflamação, Doença periodontal, Biofilme.
PÁGINAS: 39
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

O látex é um fluido de aspecto leitoso, produzido e armazenado por células  especializadas, denominadas laticíferos, secretado por algumas espécies de vegetais a partir de injurias sofridas por estes. O látex de plantas é um produto promissor fonte de moléculas bioativas com potencial farmacológico, onde diversos estudos vem sendo realizados, dentre os quais se encontram o látex de Plumeria pudica. Esta planta é frequentemente encontrada na região nordeste do Brasil, onde é comumente cultivada para fins ornamentais em residências. Proteínas encontradas no látex de P. pudica demonstraram atividade anti-inflamatória, antinociceptiva e antidiarreica em modelos animais quando administradas na dose de 40mg/kg por via intraperitoneal. Diante dos
resultados atualmente descritos, referentes ao potencial farmacológico do látex de P. pudica, o presente trabalho tem por objetivo avaliar o efeito de PLPp, na doença periodontal induzida por ligadura em ratos. A doença periodontal será induzida a partir de ligadura por fio de nylon, colocado entre a região mesial do primeiro molar inferior e distal do segundo molar inferior dos animais, em cada lado anatômico da mandíbula. Os animais permanecerão por 20 dias com ligadura, ao mesmo tempo serão realizados tratamentos diários destes animais, com PLPp na dose de 40mg/kg, por via intraperitoneal (i. p.). Ao final dos 20 dias, os animais passarão por avaliação clínica macroscópica para Índice de Sangramento Gengival (ISG) e Índice de Profundidade de Sondagem (IPS). Após análises macroscópicas para inflamação, serão coletadas amostras de sangue através do plexo retro-orbital de cada animal, sendo então eutanasiados, para coleta de órgão (fígado, rim, baço), assim como gengiva e mandíbula de ambos os lados que continham a ligadura. Todo o material será dividido para utilização, entre análises bioquímicas e histopatológicas. As mandíbulas serão analisadas histomorfometricamente para avaliação da progressão da perda da Altura Óssea Alveolar (AOA). O sangue dos animais serão coletados para contagem total de leucócitos, análise de marcadores bioquímicos de lesão hepática (ALT e AST) e renal (Creatinina e Ureia). Fígado, baço e rim, serão utilizados para verificação dos níveis de glutationa reduzida (GSH), concentrações de ácido malondialdeído (MDA) e atividade de mieloperoxidase (MPO) e análises histológicas. Espera-se que proteínas do látex de P. pudica (PLPp), consigam minimizar de forma significante os efeitos clínicos inflamatórios apresentados pela doença periodontal, mantendo o bom funcionamento do sistema antioxidante, e níveis normais de moléculas marcadoras de lesão nos diferentes órgãos. Além disso, estabilizar a perda óssea alveolar, além de conseguir minimizar os agravos à estrutura morfológica dos tecidos agredido.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1750086 - DANIEL FERNANDO PEREIRA VASCONCELOS
Presidente - 1789383 - JEFFERSON SOARES DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 3375434 - MANOEL DIAS DE SOUZA FILHO
Notícia cadastrada em: 28/05/2018 08:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 08/03/2021 19:28