Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MAYCK SILVA BARBOSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MAYCK SILVA BARBOSA
DATA: 07/12/2018
HORA: 10:00
LOCAL: Sala de Reuniões/ CMRV
TÍTULO: ESTUDO DAS ATIVIDADES ANTI- E PRÓ-INFLAMATÓRIAS DO LÁTEX DE Plumeria pudica (JACQ., 1960)
PALAVRAS-CHAVES: Apocynaceae, Látex, Inflamação, Carragenina
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Plantas laticíferas têm sido muito exploradas devido aos componentes bioativos encontrados no seu látex. Um vasto potencial farmacológico tem sido observado nesse fluido vegetal, incluindo, atividade anti-inflamatória, antimicrobiana e antitumoral. Entretanto, fluidos laticíferos também são descritos como detentores de moléculas com propriedades pró-inflamatórias. Plumeria pudica é uma planta ornamental caracterizada pela intensa produção de látex. Poucos estudos foram realizados com seu látex, mas foi demostrado que sua fração proteica de maior massa molecular apresenta ação anti-inflamatória, antidiarreica e antinoceptiva em diferentes modelos animais enquanto que a sua fração de menor massa molecular não é bem relatada na literatura. Diante dos relatos de que as atividades anti- e pró-inflamatória podem coexistir em fluidos laticíferos, o objetivo desse estudo é de investigar a presença destas atividades nas frações obtidas do látex de P. pudica. O látex será coletado em água destilada (1:1 v/v) na cidade de Parnaíba-PI e submetido a fracionamento por meio de centrifugação e diálise contra água destilada utilizando membranas com porosidade de 8.000 Da. A fração retida pela membrana de diálise (PLPp) e a não retida (DLPp) serão liofilizadas. Para detectar atividade pró-inflamatória diferentes concentrações das frações PLPp e DLPp (100, 300 e 500µg) solubilizadas em salina estéril 0,9% serão administradas por via intraplantarem camundongos. A atividade anti-inflamatória de DLPp (diferentes doses) será avaliada pelo modelo de edema de pata induzido por carragenina. Para avançar no estudo do mecanismo de ação de uma possível ação pró-inflamatória de DLPp, animais serão pré-tratados com fármacos anti-inflamatórios cujos mecanismos de ação sobre a resposta inflamatória são bem compreendidos antes de receberem DLPp. Em paralelo, será investigado se PLPp, detentora de atividade anti-inflamatória, poderia inibir a ação pró-inflamatória promovida por DLPp. Em todos os ensaios o tecido das patas dos animais serão removidos para dosagem da atividade de mieloperoxidase. Ambas as frações serão posteriormente avaliadas quanto à concentração e o perfil de proteínas por eletroforese em gel de poliacrilamida. Com este projeto, esperamos investigar a existência de propriedades pró- e anti-inflamatória no látex de P pudica, evidenciando que as atividades coexistem no látex e estas podem ser separadas através de simples etapas de centrifugação e diálise.

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1690196 - ANDRE LUIZ DOS REIS BARBOSA
Presidente - 1789383 - JEFFERSON SOARES DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 913.964.335-20 - JOILSON RAMOS DE JESUS - IESVAP
Notícia cadastrada em: 19/11/2018 09:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 08/03/2021 19:01