Notícias

Banca de DEFESA: CLEITON BARROSO BITTENCOURT

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLEITON BARROSO BITTENCOURT
DATA: 24/06/2019
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Reuniões
TÍTULO: VARIABILIDADE GENÉTICA EM POPULAÇÕES NATURAIS DE PILOCARPUS spp DA REGIÃO NORDESTE SETENTRIONAL POR MEIO DE MARCADORES ISSR e RAPD
PALAVRAS-CHAVES: Conservação; Biotecnologia; Diversidade.
PÁGINAS: 78
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Pilocarpus Vahl, conhecido popularmente como jaborandi, é um gênero neotropical com distribuição na América Central e do Sul tendo como seu centro de diversidade a região Norte e Nordeste do Brasil. O grupo sofreu intenso extrativismo para obtenção de pilocarpina, alcaloide utilizado para o tratamento de glaucoma primário. Como a redução populacional coloca em risco espécies importantes economicamente à avaliação da diversidade genética é primordial para formentar estratégias de conservação mais eficazes. Objetivou-se avaliar a diversidade genética em populações naturais de Pilocarpus spp. localizadas na Região Nordeste Setentrional mediante marcadores moleculares ISSR e RAPD. Foram amostradas sete populações de jaborandi dos estados do Ceará, Maranhão e Piauí das seguintes espécies: Pilocarpus demerarae Sandwith, Pilocarpus jaborandi Holmes Pilocarpus microphyllus Stapf ex Holm. Utilizou-se 10 primers ISSR e quatro primers RAPD e, com os dados gerados, foram estimados os índices de diversidade intra e interpopulacional e de agrupamentos. Os polimorfismos apresentados pelos marcadores tiveram uma média de 63,90% (ISSR) e 59,75% (RAPD). Os resultados de PIC (0,210), MI (2,23) e RP (4,78) para os marcadores combinados indicaram que são informativos para estudo em Pilocarpus spp. A taxa de polimorfismo dentro das populações variou de 21,90% a 36,19%, com valores médios doÍndice de Diversidade de Shannon (I) e Heterozigozidade Esperada (He) baixos (0,129 e 0,080). As populações com os menores valores foram Centro de Ramos e Mata Fresca, enquanto o maior foi Cutias, todas representadas pela espécie P. microphyllus. A Análise de Variância Molecular (AMOVA) evidenciou 63% da variabilidade interpopulacional e 37% intrapopulacional. O valor de PhiPT (PhiPT = 0,631) indicou uma grande estruturação das populações e o dendrograma gerado pela UPGMA e de estruturação mostraram a formação de grupos distintos. Os marcadores moleculares utilizados se mostraram eficazes para o estudo de diversidade em Pilocarpus spp e, evidenciou-se uma diferenciação entre os genótipos de P. microphyllus, P. jaborandi e P. demerarae. Todas as populações apresentaram baixa diversidade genética, possivelmente resultado de pressões antrópicas nas últimas décadas. Dado o grande valor econômico do grupo são necessários projetos que visem à conservação das áreas onde se encontram as populações estudadas, aumento do fluxo gênico e a criação de bancos de germoplasma para a recuperação e manutenção da diversidade em Pilocarpus spp.

 

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - AURINETE DAIENN BORGES DO VAL - UESPI
Presidente - 1221652 - IVANILZA MOREIRA DE ANDRADE
Externo à Instituição - JEFFERSON ALMEIDA ROCHA - UFMA
Notícia cadastrada em: 10/06/2019 12:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 08/03/2021 20:14