Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOHN DE OLIVEIRA MAGULAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOHN DE OLIVEIRA MAGULAS
DATA: 08/10/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Reuniões/ Campus Ministro Reis Velloso
TÍTULO:

PREVALÊNCIA DOS POLIMORFISMOS DO GENE MMP9 (-1562C/T, Q279R E P574R) E ASSOCIAÇÃO COM A SUSCEPTIBILIDADE AO CÂNCER DE PRÓSTATA EM UMA POPULAÇÃO DO PIAUÍ, NORDESTE, BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

Câncer, Próstata, Genética, Polimorfismo, Metatoloproteinases de Matriz


PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

O câncer de próstata é uma das neoplasias mais frequentes no mundo, sendo uma das que mais acomete a população masculina. Sua etiologia ainda é pouco conhecida, sendo a idade, histórico familiar e etnia os principais preditores da doença. Atualmente, vários estudos tem buscado uma melhor compreensão sobre os aspectos genéticos envolvidos na biologia do câncer de próstata, e mostrado que as metaloproteinases de matriz (MMPs) desempenham um papel importante em vários passos do desenvolvimento desta neoplasia. Como consequência, vários são os potenciais biomarcadores genéticos identificados e constantemente associados a este tipo de câncer, como os polimorfismos no gene MMP9 (-1562C/T, Q279R e P574R). Este estudo tem como objetivo analisar, em um estudo caso-controle, a associação entre os marcadores genéticos polimórficos no gene MMP9 (-1562C/T, Q279R e P574R) e a susceptibilidade ao câncer de próstata, em uma população do estado do Piauí, bem como avaliar a associação entre as frequências desses polimorfismos e as variáveis clinicopatológicas dos pacientes. Para tal, será realizado um estudo caso-controle com 100 pacientes com câncer de próstata, diagnosticados no Hospital São Marcos, em Teresina-PI, e 100 controles saudáveis, sem histórico de câncer. Os indivíduos dos grupos caso e controle serão informados da pesquisa e ao concordarem em participar assinarão um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido autorizando a coleta da amostra O DNA será obtido a partir de leucócitos de sangue periférico (controles) ou de tecido prostático (casos), utilizando-se o kit Wizard® Genomic DNA Purification (Promega USA). A análise dos polimorfismos será realizada pela técnica de reação em cadeia da polimerase e posterior digestão enzimática (PCR-RFLP). Os genótipos serão identificados após corrida eletroforética em gel de poliacrilamida 8% seguido por coloração com nitrato de prata. Para comparar a distribuição dos polimorfismos entre os dois grupos e entre os pacientes com diferentes características clínicopatológicas, será utilizado o teste do Qui-Quadrado ou, quando necessário, o teste Exato de Fisher, utilizando o nível de significância de 5%. Até o presente momento, foi realizada a coleta das amostras dos indivíduos caso e controle, e a extração e quantificação do DNA. Além disso, iniciou-se a padronização da reação de PCR. Este estudo visa esclarecer o papel das variações genômicas na susceptibilidade à uma doença complexa, como o câncer de próstata, no estado do Piauí, além disso, pesquisas como esta são essenciais para avaliar se esses marcadores polimórficos possuem alguma associação com as diferentes características clinicopatológicas deste tipo de doença.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1553556 - FABIO JOSE NASCIMENTO MOTTA
Interno - 1772764 - GUSTAVO PORTELA FERREIRA
Interno - 1552610 - RENATA CANALLE
Notícia cadastrada em: 15/09/2014 15:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 06/03/2021 01:45