Recursos de Informática

A Universidade Aberta do Brasil (UAB) foi criada pelo Ministério da Educação em 2005, via Fórum das Estatais pela Educação, que objetiva construir um Sistema Nacional Integrado de Educação Superior a Distância, onde se pretende sistematizar as ações, programas, projetos e atividades pertencentes às políticas públicas destinadas à ampliação, interiorização e internacionalização da oferta de Educação Superior gratuita e de qualidade no Brasil.

 

No ano de 2006, após concorrer à Chamada Pública do Edital no. 1, de 20 de dezembro de 2005, MEC/SEED, a Universidade Federal do Piauí, em consórcio com os Governos Federal, Estadual, UESPI, CEFET-PI e Municípios locais, elaborou o Projeto de criação do Centro de Educação a Distância (CEAD/UFPI).

 

O curso inicial do Projeto fora o bacharelado em administração, de caráter experimental, para o qual foram ofertadas 500 vagas distribuídas em 08 polos – Teresina, Parnaíba, Picos, Floriano, Bom Jesus, Esperantina, Piripiri e São Raimundo Nonato. Nesta primeira fase, o Banco do Brasil S/A destinou total apoio ao projeto, custeando um valor de R$ 1.800 reais por cada funcionário aprovado no primeiro concurso-vestibular de 2006.

 

O curso tem uma metodologia de estudo que combina material impresso, áudios, vídeos, multimídia, Internet, videoconferências e fóruns, realizados na Plataforma Virtual de Ensino e Aprendizagem, e-ProInfo, com uma viabilidade de mudança para a plataforma Moodle. O e-proinfo é um Ambiente Colaborativo de Aprendizagem a Distância, baseado em tecnologia web. Baseada em modelos de infraestruturas de outras IES que contemplam a implantação da EaD, a UFPI criou o Centro de Educação Aberta e a Distância (CEAD) que funciona a nível de Pró-Reitoria, da qual fazem parte um Diretor com duas secretarias (uma de controle acadêmico e outra administrativa) e seis coordenadorias: Coordenação Geral dos Polos de Apoio Presencial, Coordenação de Tutorias, Coordenação de Projetos (Administrativo-financeiro), Coordenação Pedagógica, Coordenação de infraestrutura de Informática e Coordenação de Produção de Material Didático.

 

A direção do CEAD está a cargo de um professor com conhecimentos profissionais e técnicos em EaD apoiado pelas secretarias e coordenações supracitadas.

 

A Coordenação possui Laboratório de Educação a Distância (LED) em constante manutenção de seus equipamentos operacionais: computadores, rede, etc. Existe quadro de Recursos Humanos constituído por professores, técnico-administrativos, alunos e tutores que são constantemente aprimorados mediante cursos de capacitação ministrados por profissionais da UFPI e de outras IES.

 

Dessa forma, em consonância com a política do Governo Federal para implantação da Educação Superior a Distância pelo viés da tecnologia da informação, o CEAD foi criado para proporcionar educação de qualidade e gratuita, que contemple às pessoas em seus domicílios, evitando, portanto, a migração dessas em busca de qualificação profissional nas grandes cidades é uma de suas metas. A viabilização de tal educação se dá, via de regra, em forma de consórcio entre os Governos Federal, Estadual, e Municípios locais, Universidades Federal, Estadual e CEFET do Piauí, e demais interessados.

 

Portanto, a UAB possibilita à UFPI ampliar seu número de vagas, junto às comunidades piauienses e região Norte e Meio Norte do Brasil, com a criação de novos cursos cuja grade curricular não exija uma infraestrutura complexa que impossibilite a sua implantação.

 

A comunidade do EaD tem Polos de Apoio Presenciais, que estão a cargo de todos os consorciados.

 

Além de ferramentas comunicacionais de acesso aberto e livre, usamos também os sistemas Colibri da Universidade Aberta de Portugal, o que inclui cursos, orientações, aulas, defesas etc.

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 09/12/2019 06:58